terça-feira, 22 de setembro de 2009

Bar Habeas Copus


Por trás deste trocadilho infame se encontra um local que você precisa conhecer! Fica na rua mais gay de São Paulo – se você pensou na Rua Frei Caneca, sinto muito informá-lo, mas o verdadeiro endereço gay da cidade fica mais ao centro, bem ao lado da Praça da República: a Avenida Doutor Vieira de Carvalho, a boa e velha “Vieira”, como todos chamam.
O Habeas, como é carinhosamente conhecido, é um barzinho localizado bem no início da avenida. O lugar lembra um daqueles bares dos filmes do Velho Oeste, com um longo balcão, ao fundo uma parede repleta de garrafas. O ambiente é agradável, meia luz, várias mesas espalhadas pelo salão amplo. Mas um aviso: chegue cedo, pois às sextas e sábados o lugar bomba, e lá pelas 23h é praticamente impossível encontrar uma mesa disponível! (Dê-se por satisfeito se conseguir um lugar pra ficar de pé...)
O público é basicamente gay masculino - mas sempre há um ou outro casal de garotas, além das já tradicionais amigas que alguns rapazes levam a tiracolo – , em geral um pessoal mais maduro, na casa dos 25 aos 45 anos, com algumas exceções (tanto para mais quanto para menos), muitos casais. A impressão que passa é que todo mundo se conhece, como uma grande reunião de amigos. O clima é agradável, de respeito, poderíamos dizer que é um local “família” – sem dark room, nada de barbies descamisadas, nada de michês (pelo menos não assumidamente). Se o seu objetivo é pegação, talvez não seja o endereço certo. A paquera rola, é claro, afinal todos são adultos e quem está disponível no mercado tem mais é de procurar sua tampa da panela...
Às quintas rola MPB ao vivo, nos demais dias o som fica por conta de uma jukebox localizada ao lado do banheiro. Por R$ 2,00 você pode escolher três músicas entre as centenas oferecidas. Aí está, ao meu ver, o ponto fraco da casa: a seleção é fraca, falta muita coisa, e você fica à mercê do bom gosto (ou do total mau gosto) do público. É lógico que as divas gays se fazem presentes, músicas como “Believe”, “(This is ) A Song for the lonely” e “All or Nothing” da Cher são hits absolutos, é quase impossível você passar uma noite por lá e não ouvir uma (ou todas, na sequencia...). Madonna, Cyndi Lauper, Britney, Shakira, Beyonce, Rihanna, Pussycat Dolls (infelizmente, só há o primeiro álbum) e a nova musa da comunidade gay, Lady Gaga, também não ficam de fora. Dá pra bater cabelo à vontade... Em outros momentos, o som é praticamente o mesmo de um bar hétero: Calcinha Preta, Banda Calypso, Aviões do Forró, Banda Dejavu... não fosse os caras dançando forró juntos, quem entrasse por engano nem perceberia...Axé também é bem cotado (infelizmente, já que eu ODEIO esse tipo de música...), não faltam Cláudia Leite, Ivete Sangalo e até, acreditem, É O Tchan para alegrar a moçada alegre. A galera da MPB, do samba e do sertanejo é bem lembrada, em especial Alcione, Ney Matogrosso, Caetano Veloso e Ana Carolina (que eu não suporto...), Victor & Léo... Até a trilha sonora da novela Caminho das Índias toca bem...
Em alguns casos há a opção de escolher o clipe da canção, que é exibido numa TV acima da entrada do banheiro. Nos outros momentos a TV exibe alguns vídeos engraçadinhos tirados da internet, muitas vezes propagandas holandesas e até alemãs (???????). Como são sempre as mesmas, acho até que já decorei a sequencia...
Até pela idade do pessoal, falta uma boa coletânea de música dos anos 80. Sempre rolam músicas do New Order, Depeche Mode, Pet Shop Boys, RPM, mas é imperdoável não ter uma única música de nomes como The Smiths, Morrissey, Erasure, David Bowie e The Cure!
Também sentimos falta de eventos no local, é uma pena, pois o lugar acaba subaproveitado, e há potencial para diversificar bastante e criar atrativos para o público cativo.
Os preços das bebidas não são salgados, dá pra “esquentar” bem antes de ir à balada. Os funcionários são educados, nosso destaque fica por conta da Nenê, uma figura querida por todos, sempre esbanjando simpatia e tratando o público com toda dedicação.
Estamos sempre por lá, faça uma visita, mas cuidado: estamos de olho em tudo!


Habeas Copus
Av. Doutor Vieira de Carvalho, 94 - República - São Paulo - SP
Entrada: R$ 3,50 (consumíveis).

1 Comentário:

Anônimo disse...

Legal adorei a propaganda do ambiente, só acho que deveria aumentar o valor de entrada ou consumação se não fica parecendo bar muito chinfrim( uma coisa que não éh) pensem nisso para que nao prejudiquem a imagem de um bar que parece ser tão aconchegante que conhecerei hoje.

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo