terça-feira, 22 de junho de 2010

Vote contra a Homofobia?

Já que o lema da Parada Gay era o "vote contra a homofobia", fui ver o que os principais candidatos à presidência pensam a respeito do casamento gay e adoção por casais homossexuais:

+ Dilma Rousseff:

"Sou a favor de que, do ponto de vista das suas relações, as pessoas definam o que elas acham mais adequado. Quem sou eu para julgar qualquer coisa? Depois de uma certa idade, a gente fica mais sábia."

(2007 - não encontrei nada mais recente. Confesso que não entendi o que ela quis dizer. Como já se passaram 3 anos, talvez esteja mais sábia, já tenha perguntado ao Lula o que ela deve pensar a respeito e possa responder outra vez.).

+ José Serra:

“Sou a favor da união civil. Eu acho que, se preencheu os requisitos que têm para qualquer um para adotar, acho que tem tanto problema grave que, para a criança, é uma salvação. Não vejo por que não aproveitar.”

(2010. Gostei da primeira parte, achei que foi no ponto, e não teve medo de encarar o assunto. Só não gosto da teoria da adoção por gays como “mal menor” para a criança.)

+ Marina Silva:

“Em relação ao casamento, o casamento é uma instituição de sexos diferentes. Uma instituição pensada há milhares de anos. Não tenho uma posição favorável. Mas essas pessoas têm o direito de defender suas bandeiras”.

(2010 - como sempre digo, é difícil ser Marina, tendo de ser ícone da modernidade e manter sua própria visão de mundo, muitas vezes contrária ao coro. Embora não concorde com sua fala, gostei de sua sinceridade, pelo menos desceu do muro.)


Lembrando sempre que não acho que o fato de alguém ser mais ou menos gay-friendly seja motivo de receber voto. Não gosto do gay-centrismo-militante, prefiro votar em quem é mais capaz de gerenciar o país, mas sempre é interessante saber o que os candidatos pensam (quando o fazem) a respeito.

4 Comentários:

Wans disse...

Confesso terme impressionado com a coragem de José Serra em falar ao nosso favor. Ainda estou esperando algo de Dilma. E E Marina, bem, ela desceu do muro realmente, mas eu preferia que ela fôsse mais favorável a causa, já que ela conhece muito bem o que é sofrer preconceito.

Lobo Cinzento disse...

Pois é, é complicado... não é só iso que está em jogo para escolher um candidato... mas tb, pegar um excelente administrador que não dá a mínima não tem cabimento XD.

Abraços 01.

dogmanstar disse...

geralmente, todos preferem sair pela tangente com um discurso, como bem o disse você, em cima do muro.

ponto para marina por não ter medo de expressar sua opinião ainda que certamente vá lhe custar votos.

concordo que antes de tudo é preciso alguém que saiba gerir a coisa pública mas o momento é de definição de algo que nos é importante.

também sou contra os gueis xiitas mas acho que o debate está atingindo a crista da onda e os políticos, mais por não desejar perder esse 'curral' de votos do que realmente se importar com direitos civis e humanos, vão se manifestar a rodo.

infelizmente, ainda é na esfera do discurso pois enquanto nosso estado não for 100% laico nada vai mudar.

AGUIA VERMELHA disse...

Estou com Marina Silva: ela demonstra seu caráter de uma pessoa verdadeira é excêntrica em seus entendimentos, fala a verdade. Há união reconhecida pela sociedade a milhares de anos realmente são com pessoas de sexo diferentes. Ainda saliento que a união civil, foi constituída para que seres humanos de sexo diferente pudessem produzir familias dentro de todos os parâmetro normais da natureza e das leis que cada país adota, em uma união conjugal. O fato de seres do mesmos sexo quererem regularizar sua união: que termina obrigando a sociedade a aceitar a sua escolha, torna-se sem procedência, pois devem terem ciência que estão ferindo a lei da natureza, como pode duas pessoas do mesmo sexo se prolifera, isto é impossível, vejo que estão com um conceito sem procedência,sei que existe seres no planeta que se reproduzem por si mesmo, pois esta em seu organismo natural, Vejo que deveriam lutar para serem respeitados como seres humanos, dotados de raciocínio e entendimento, devem defender seus interesse como cidadão comum e normal, não seres humanos anormais e que são contra a natureza humana. Sendo contraditório o fato de mudar a forma e fisionomia que a natureza os fez já é um grande ferimento em toda esfera humana e da natureza humana, deixando as condições da escolha do sexo em segundo plano, pois ninguém pode interferir em sua escolha, sendo um sentimento pessoal. Sendo assim se quiserem casar-se que seja por contrato, que sejam assegurados os direitos civis do seu conjugue. Vejo que tentam manipular uma guerra e ferimentos a uma cultura e uma união milenar, e ainda tentam manipular as pessoas com seus interesse inclusive,,, que seria um interesse pessoal muito intimo, dentro da pratica , não podemos misturar sentimentos pessoais com justiça e direito, não e assim que funciona, digo que se querem se unir, que suas escolhas não seja constrange dor a sociedade, sendo infrator e sem provimento a obrigar a sociedade a quebrar um conceito ético e cultura milenar. Os Países que se acham modernos por adotarem este procedimento não sabe valorizar uma obra linda de sentimentos que nasceu primeiro entre uma mulher e um homem.

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo