sexta-feira, 2 de julho de 2010

Sobre a Derrota para os Holandeses e a Sacanagem com a G Magazine

Antes de começar a Copa, como 99% dos brasileiros, acabei apostando num bolão. Só que, neste caso, tinha de preencher tudo, até a final. Não sou nem um pingo adepto da teoria da ‘pátria de chuteiras’, então, na minha aposta, a final da Copa será entre Alemanha e Holanda. Como vale um carro 0 km, hoje eu torci bastante para a Holanda. O engraçado nesta história é que eu até tenho, embora distante, ascendência holandesa, e o maridon nasceu numa cidade que é colônia holandesa... Até estávamos comentando isso depois do jogo. O holandês é o alemão com humor negro. Impossível não me identificar...torceria para eles, mesmo que não tivesse apostado no bolão...

Depois do jogo, fui comprar o jornal numa banquinha perto de casa. Nada de clima de luto, como em eliminações de copas anteriores (pra quem estava em Marte, o Brasil perdeu por 2x1 para a Holanda e está fora da copa). Acho que nem o brasileiro que torce de verdade se identificou com a seleção desta vez. Mas o fato que quero comentar é outro.
Enquanto a moça da banca me entregava o jornal, parava uma moto da qual descia um motoboy, devidamente paramentado. Após dar uma olhada no interior da banquinha, ele chega para a vendedora, na maior naturalidade e pergunta: "você não tem a G Magazine?" A surpresa era visível na cara dela, que disfarçou o riso e perguntou para seu ajudante. O motoboy insistiu: "tem certeza?" Ela: "tinha uma, mas já vendeu (nota do redator: não fui eu quem comprou). Só tenho estas aqui" (e mostrou umas de sexo explícito). O cara falou: "não essas aí são demais. É que um amigo nosso está fazendo aniversário hoje e a gente combinou de dar uma G Magazine para sacanear o cara. Essas aí são pesadas, a esposa dele vai estar lá, fica chato". Todos riram, até eu...

Voltando para casa, fiquei pensando no escândalo que um gay mais xiita faria nesta situação. Faria todo um discurso politicamente-correto sobre homofobia, se fosse muito xiita, chamaria a polícia e tudo mais. Dá pra dizer que o cara é homofóbico por causa disso? Ele faria a mesma brincadeira se soubesse que eu era gay ou ficaria constrangido?
Particularmente eu acho que não, e penso que o direito a sacanear os outros deveria ser garantido pela Constituição Federal. No dia em que as pessoas não puderem mais zombar uma das outras, no dia em que a patrulha do politicamente correto vencer a batalha, me avisem: vou procurar um mundo mais divertido pra viver.

2 Comentários:

Wans disse...

Tb ser politicamente correto é uó!

O pessoal do trabalho estava vendo o jogo e quando apareci por uns minutos, a Holanda fez um gol. Todos olharam com cara de que o culpado era eu. Voltei de onde vim com um sorriso de gato felix.

dogmanstar disse...

apoiadíssimo.
sabes que detesto radicalismos, quando perdermos o dom de rirmos de nós mesmos e de nossa condição perderemos o foco da coisa.
é uma linha mui tênue entre preservar direitos e tornar os dos outros ilegais.

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo