domingo, 3 de outubro de 2010

Movimento Cansei de Ser Sério


Sabem aquela peixinha (?) Dory do desenho Procurando Nemo (foto)? Aquela que sofre de perda de memória recente, e se esquece de tudo com a maior facilidade? Pois bem, maridão é mais ou menos assim. Memória, definitivamente, não é seu forte (mas ele compensa com suas várias outras habilidades e superpoderes...). Eu, por outro lado, tenho memória de elefante. Mas só a memória: sou magro e minha tromba não arrasta no chão.
.
Mas esqueçamos minha tromba. De volta ao marido: é extremamente comum ele se esquecer de algo que combinou comigo, e nestes anos todos de relacionamento já me acostumei e não levo mais pro lado pessoal. Mas seu forte mesmo é perder coisas materiais. Carteiras, por exemplo. Principalmente se estiverem com todos os seus documentos dentro. Acho que ele tira uma segunda via dos documentos pelo menos uma vez por ano. Quando isso ocorre e eu conto para minha mãe, ela fica toda preocupada e já fala o tradicional "qualquer dia ele esquece a cabeça" .
Chaves são o item número dois. Principalmente as chaves do carro ou da moto. Especialmente na hora em que estamos de saída. Eu sempre digo a ele: faça cópias extras e deixe comigo, mas, é claro, ele também se esquece disso. ..rs...
.
Ontem à noite foi mais um destes casos. Lá estávamos nós, longe de casa, no centrão de SP. Jantamos num restaurante, como de costume, e estávamos indo ao mot... bem, estávamos indo fazer aquela parte da noite que fica censurada aqui, quando ele falou que precisava passar antes no banco para sacar algum dinheiro. Lá fomos nós. Esperamos nossa vez na pequena fila do caixa eletrônico, e quando ele tirou a carteira do bolso... cadê os cartões? Ela estava vazia. Provavelmente tinham ficado em casa! Todos. Na carteira, nada de cartões, nem de dinheiro, apenas os documentos (ainda bem, do contrário teríamos de pular a parte censurada da noite). Revirou todos os bolsos, e nada! Ainda não falei com ele, mas torço para tenha encontrado tudo.
.
SP estava meio vazia... e bota vazia nisso! Ou as pessoas aderiram espontaneamente à Lei Seca, ou todas migraram de volta para sua terra, para cumprir com seus deveres eleitorais. ou vai ver que a homofobia venceu de vez e éramos os últimos sobreviventes da espécie. Acho que não, né? Como diz a outra: oremos!
.
Aproveito este post para indicar uma guinada nos (des)caminhos deste blog que vos escreve. Estávamos meio descontentes com os rumos sérios e chatos demais que a página estava tomando, cogitamos a ideia de encerrar as atividades, mas achamos melhor salvar o blog do marasmo. De agora em diante, vamos tentar voltar ao propósito inicial de quando criamos o Dois Perdidos na Noite. Não esperem discussões edificantes sobre as questões existenciais, políticas ou filosóficas em tom professoral por aqui. Se elas acontecerem, serão com o humor negro que nos é característico. A ordem do dia é o “cansei de ser sério”. Também haverá algum delay nas atualizações do blog, mas a gente sempre terá alguma peripécia para contar por aqui.
.
Esperamos contar com nosso (in)fiéis leitores.

10 Comentários:

Lobo Cinzento disse...

Ah, eu amo a Dori!

Eu nem vou falar de memória, porque a minha é super-seletiva: ela sempre escolhe esquecer os compromissos mais urgentes, os objetos mais importantes... ahauhauahau

Junnior disse...

Se foi decidido pelos dois donos perdidos do blog, tá decidido. Mas, já que faço parte do cafofo como leitor e já q podemos opinar, creio q a melhor forma é não ter regras quanto a isso. Nossos blogs variam de humor e temas de acordo com os nossos estados de espírito e do momento que nós ou o nosso meio está vivendo. Por ex, nosso País está em eleições, nada mais natural que falemos dele.
Às vezes, temos vontade de ser mais sério, outras, mais ácido ou irônico, e, por vezes, banal; superficial. Não é assim que funcionamos? Acho mais fácil viver dessa maneira. O importante é passar a nossa verdade.
E outra, eu já encarava o "Dois Perdidos" dessa forma: diversificado. Nunca o enxerguei como um blog reto; sério e/ou, muito menos, chato.
Abraços e boa segunda-feira para todos.
Junior.
[obrigado pelo voto - adorei].

Wans disse...

"sou magro e minha tromba não arrasta no chão" me fez pensar besteira. Juro!

Eu gosto quando vcs falam a sério, mas amo quando vcs falam das noitadas. Então, eu venho aqui independente se vc falar de dor de dente. Porque sei que haverá um texto incrível falando a respeito.

bjs, meninos

AD disse...

de tanto o Edu falar dos senhores, cá estou. Rsrs

Nada de seriedade é a melhor resolução do dia.

Abraços!

Lobinho disse...

Oremos para vcs soltarem o verbo.huahauau.
Abraços.

Aline Camargo disse...

Concordo em número e grau com o Junnior!

Este blog é uma delícia, independente do assunto escolhido. Vcs conseguem agradar em qualquer tom. Espero que se sintam livres para postar de acordo com o que der na telha de vcs.

Abração, queridos!

loveandglamour disse...

Ai eu também amo a Dori!

Só que o caso de amnesia do seu namorado deve ser bem complicado para você!

Gui disse...

O importante é o blog atender à expectativa de vocês.

Como disse o Junior, nunca vi esse blog como bobagens de internet ou como /momentosério. É sempre aquilo que eu quero ler, mais ou menos.

Então, continuem. Nem que seja pra dizer oitovivo.

Bruno disse...

Oremos para que nossa tromba arraste no chão!

Amém

BSvox disse...

Já tive esse problema de perder tudo. E o pior, la em casa, eram os dois. Eu ficava puto, na hora de sair, não se encontrava nada. Então, um dia li um livro e ele dizia: Só a organização traz a prosperidade!
Bingo! Decidi lugares para as coisas! Ex. Carteira sempre na gaveta do criado mudo. Instalei um porta chaves. Então, perder as coisas tornou-se a exceção.

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo