terça-feira, 7 de dezembro de 2010

É Dando Que Se Recebe?


Maridão e eu estávamos conversando ontem sobre as últimas notícias das quais falamos no post anterior, quando nos lembramos de um episódio que aconteceu alguns anos atrás e já se tornou parte do folclore gay paulista.
.
Tudo aconteceu lá na Vieira, a rua mais gay do Brasil. Quem conhece, sabe. Como de praxe, a rua estava tomada por toda a fauna que compõe cenário gay do nosso amado Centrão: drags, travestis, bicha pão-com-ovo, pão-sem-ovo, pão-sem-pão, barbies, ursos etc.
.
Numa certa altura da noite, passou um ônibus pelo local e uns carinhas que estavam lá dentro começaram a tirar sarro de um travesti. Um dos caras, para se mostrar para seus amigos, colocou o corpo para fora pela janela e começou a falar um monte de ofensas homofóbicas escabrosas que minha educação suíça impede de repetir por aqui, mas que vocês podem imaginar.
.
Se você fosse o travesti ofendido, sua reação seria:
.
a) Sentar no chão e chorar;
b) Se jogar na frente do ônibus e morrer dramaticamente;
c) Voltar pra casa e formar um grupo emo;
d) Criar uma ONG contra a homofobia;
e) Conversar educadamente com o ofensor e mostrar para ele que ser homofóbico é uma coisa muuuuuuuuito feia;
f) Marcar uma passeata contra a homofobia;
g) Ligar para a polícia;
h) Ajoelhar-se e rezar para que Zeus atingisse o cara com um raio no pênis;
i) Sentaria no chão e esperaria uma lei contra a homofobia proteger você destas situações;
j) N.d.a.
.
Não sei o que você faria, mas sei o que o travesti fez:
.
Entrou no ônibus pela janela, puxou o cara pra fora do veículo e deu-lhe uma grandiosa surra, no meio da rua, diante de todo mundo!
.
Tenho certeza de que esse vai pensar mil vezes antes de fazer algo do tipo...
.
Eu não presenciei a cena, mas no dia seguinte saiu em vários jornais. Como virou uma lenda urbana gay, há outras versões da mesma história, mas o que saiu nos jornais da época foi isso que eu narrei.

11 Comentários:

melo disse...

me pergunto se não está na hora de sairmos por aí batendo nos heteros pra ir a forra...
ou formar os 'Pink Panthers', que tal?
tento ser civilizado mas acho que está na hora de um pouco de 'olho por olho'...

Ma disse...

To dentro dos pink panthers ! Qnd começamos as aulas de luta greco-romana? hehe

Brincadeiras a parte, sempre curti a idéia de existir uma parte da cultura gay meio violenta, que descesse o pau em atitudes homofóbicas, bem a lá anos 80, mas acho tbm muito extremo.... mas tempos difíceis pedem medidas drásticas

Enfim, extravazei meu lado violento, hehe

Leandro Souza disse...

Até outro dia nunca fui miuto fâde vilência física, mas nos ultimos dias tenho mudado de opnião. Andop pronto para a briga!!!! se eu ouvir um "veado" na rua já parto para cima perguntando qual foi, para a criuatura!!!

Edu disse...

De repente esses homofóbicos estãonos fazendo um favor: estamos acordando. Por que na selva, se você demonstra medo, será submisso pro resto da vida. Hora de virarmos os machos alfa...

Le Voyeur disse...

concordo com o Edu. ha males q vem pra bem!

bjs do voy

jovemurso disse...

Bem feito pro babacão. Isso me lembra do "tá pensando que travesti é bagunça?". Não foi o mesmo caso, mas o travesti voou pra cima do cara, xD

E concordo plenamente com o que o Edu disse. Se esses maledetos tão achando que vamos ficar quietinhos a vida toda... tão muito enganados...

Já tô pra chutar a porta do meu armário mesmo... pra chutar a bunda de um engraçadinho que venha mexer comigo... é 1 e 2.

Day ! disse...

kkkkkkkkkkk, otima escolha a dela , encher ele de porrada , eu acho que faria a mesma coisa , sei que não é bom perde a calma , mas não da ´pra negar quando a pessoa pede ...

Paulo Braccini disse...

Vcs disseram uma coisa certíssima lá no meu blog: "não fazemos a menor questão de dividir o oxigênio que resta neste mundo com gente deste tipo".
Sempre defendi o diálogo, a ponderação, o bom senso, a lei ... etc, mas tudo já passou dos limites ...
Estas bestas precisam mesmo é de PORRADA para aprender o que é ser MACHO ...
Digo isto não só para com os tais "machos homofóbicos", mas para todos os "machos covardes" que só são machos em bando.
Olho por olho! Dente por dente!
O dia q meia dúzia deles apanharem muito eles vão pensar duas vezes antes de bancarem "machos".

;-)

Wans disse...

Na época, ouvi que eram alguns gays que entraram no ônibus pela porta de trás e socaram os fulanos.

Hahahaha Já faz parte da história.

Gui disse...

Achei digno. Digno até demais!

Júlio César Vanelis disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Adorei a história... Queria ver mais cenas assim por aqui, sabe?
kkkkkk
Quanto a pergunta, eu acho que montaria um grupo EMO mesmo (risos), sou muito mocinha para briga... kkk

Abraço Cara... Até o proximo

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo