domingo, 16 de janeiro de 2011

Dois Perdidos Rasgando a Seda e Caindo de Boca no Pirulito


Ontem foi o nosso primeiro sábado de Perdidos Na Noite (literalmente) neste novo ano. Não que estivemos quietinhos em casa durante as semanas anteriores, mas sábado é o nosso dia preferido da semana. As pessoas estão felizes pois curtem a folga do trabalho, a noite fica mais viva. E, como toda noite destes perdidos que vos escrevem, é claro que não faltaram aquelas desventuras que só acontecem conosco...
.
Fomos jantar, discutindo amenidades como o BBB e seriedades como a tragédia do RJ. Do programa global, nossa revolta com os gays da casa. É claro que seriam os primeiros a se incomodar com a transexual. Não deu outra! Lá foram eles patrulhar a coitada, dizendo que ela tinha de contar pra todo mundo. Hello! Ela apenas está vivendo de acordo com o que ela É HOJE, e não com o que ela FOI UM DIA! E hoje ela é mulher e pronto. Tem gente que, definitivamente, não consegue ver outra pessoa feliz do seu jeito, e infelizmente, muito gay é assim. Sobre a tragédia do RJ, evidentemente ficamos chocados. Nossa primeira viagem juntos foi justamente para lá! Nossa solidariedade com os leitores cariocas!
.
Depois do jantar fomos... bem, vocês sabem o que dois homens adultos – gays - fazem. E foi justamente aí que aconteceu a primeira desventura da noite. Embalado por uma garrafa de um maravilhoso malbec argentino, no auge da coisa, maridão foi tirar a camiseta, quando ouvimos um barulho estranho... ele olha na minha cara, assustado, e diz:

- Minha camiseta rasgou!

Fomos olhar o tamanho do estrago: lá estava um rasgo bem na gola. Quando olhamos a parte de trás... um buraco gigantesco! A camiseta praticamente tinha se desfeito! E agora? Como eu estava com uma camiseta por baixo da camisa, maridão foi experimentar, e não deu certo, ficou muito engraçado, era melhor sair com roupa rasgada do que com uma camiseta que não o deixava se mover ou ao menos respirar. Resultado: tivemos de “apressar” as coisas ali no quarto para dar tempo de procurar alguma loja aberta.
.
Fomos ao shopping: fechado! Rodamos por algumas ruas ali do centro velho, até que finalmente avistamos uma loja ainda aberta. Escolhi o modelo e ele já saiu da loja usando a peça nova. Dali fomos a um barzinho, onde maridão afogou as mágoas sobre a camiseta: fora presente de um casal de amigos, já a possuía há anos, mas nunca usara. O problema foi justamente esse: as fibras se decompuseram. E, para os que estão pensando em algo como “pobreza pega”, adianto que a camiseta era de uma marca bacana e tudo mais. Mas nada que algumas cervejas não ajudassem a esquecer.
.
Um dos nossos passatempos preferidos nos bares gays é ficar imaginando o que aquelas pessoas fazem no dia a dia. Qual a profissão? Seriam todos assumidos? Quantos levam vida dupla? Isso e ficar avaliando o jeito que se vestem. É divertido, e que atire a primeira pedra quem nunca fez isso. Cervejas para o maridão e caipirinha para mim, camiseta devidamente esquecida, passamos a noite discutindo coisas como a viuvez da minha mãe, minha vida financeira e nossos leitores do blog. Sim, falamos bastante de vocês, mas posso garantir que falamos muito bem.
.
Saímos de lá e, duas doses de amarula depois, fomos conferir a reabertura da Cantho. A casa foi reformada, e estava muito cheia. As mudanças não foram tão drásticas como eu esperava, mas deram um up no local. E a discotecagem está mais pop.
.
Não sei se a Cantho foi construída sobre vários sapos enterrados com nosso nome na boca ou algo do gênero, mas todas as vezes que fomos lá acabamos brigando ou discutindo (isso ou o fato de já chegarmos pra lá de bêbados). É de praxe, e ontem não foi diferente. Mas felizmente nosso amor é maior do que qualquer mandinga, porre ou forças ocultas.


O ponto alto da noite foi lá pelas 3 da madrugada, quando subiu ao palco a cantora Joe Welch. Obviamente conhecíamos suas músicas, sempre sucessos nas pistas GLS, mas nunca tínhamos visto um show. E devo dizer: a mulher manda muito bem! Subiu ao palco acompanhada por quatro dançarinas lindíssimas (foto), pareciam feitas em série! Joe é uma simpatia com o público, tem uma presença de palco de deixar muita estrela no chão. E, principal: tem um vozeirão! Na hora que ela cantou seu hit “Lollipop”, maridão ganhou trocentos pirulitos das mãos da própria. O meu está aí na foto, perto de um dos buracos da finada camiseta da maridão...
.
Fomos embora muito contentes com a apresentação, e pensando em quantos artistas de renome sobem ao palco de forma burocrática (Amy Winehouse?) ou com uma arrogância tal como se estivesse fazendo um imenso favor ao público presente (Lou Reed?).
.
Para quem não conhece a moça, fica a dica. Ela foi vocalista da banda do Domingão do Faustão por dois anos e hoje em dia vem se dedicando à house music e seus derivados. Foi a primeira entrevistada no Programa da Silvetty Montilla.
.
2011 promete mais e mais aventuras e desventuras... agora sim podemos dizer que o ano começou!

15 Comentários:

FOXX disse...

pois é
não guarde suas roupas
use
senão elas se acabam sozinhas

(isso vale pra mta coisa na vida né?)

Jean Borges disse...

Olá!!!
Mto legal a noite de vcs!!!
Continuem curtindo sempre a noite...as histórias são maravilhosas!!!
Abraços!!!

Ma disse...

Eu nunca tento imaginar a vida dos outros. O máximo que faço é dar uma de crítico de moda. É quase tradição eu e minha irmã chegarmos mais cedo ao aeroporto quando precisamos ir só pra olhar e falar da roupa do povo (na verdade fazemos isso em todo canto, hehe)

abs

Edu disse...

Bem-vindos de vez a 2011! Só não entendi direito onde e como a camiseta se rasgou... dá pra ser mais, hmmm... er..., "explícito"? Com fotos e vídeos??? :-D Beijos!

Junnior disse...

Então feliz ano novo, de novo, aos "Dois".
E já que falou de BBB e da transexual, não é que a moça já vai sair?
Beijos.

Lobinho disse...

Nossa,nunca fico pensando sobre a vida dos outros.Penso mais se meu copo ta cheio ou nao.kkkkkk.

Ah,obrigado pelo e-mail.hauhauahua.
Beijos.

Paulo Braccini disse...

adoro estes nossos cotidianos ... a graça da vida está justamente neles ... não é?

bjão aos dois ...

;-)

Wans disse...

Adoro o fato de vcs encherem a cara, sabia? Queria um dia que sentássemos para bater papo e falar dos outros. Quando acontecerá, hein?

Paulo Braccini disse...

de 02 a 08/02 encontro de blogueiros aí em sampa ... a dupla tá convidada ... nada de furos viu? contato com Edu e Wans

Bjux

;-)

Edu disse...

Qual o email de vocês? Braccini vem pra SP e estamos marcando de ir pro bar no dia 05 (yes, de fevereiro). Vocês viriam?

pampublikong@gmail.com

Lady's disse...

oi tdb?
estou fazendo parte de uma corrente entre blogs, rapassando um selo que recebi para os blogs que acho interessante, e separei o seu também
se estiver afim de receber o selo é só copiar lá do meu blog
abraços

melo disse...

rasgou é? fala a verdade, vocês estavam é fazendo um sexo mais hard e rolou um clime de 'estupro'.
fala! fala!

sabia que a Cantho ia reabrir mas ainda prefiro o bailão..sei lá...
na verdade, prefiro mesmo encher a cara ali no arouche.

faço coro com wans: quando vamos encher a cara?

Le Voyeur disse...

atoron...
q 2011 seja assim sempre, pra vcs nos trazerem historias das mais variadas...

bjs do voy

Júlio César Vanelis disse...

Adoro os posts "perdidos na noite" literalmente... Vocês deviam receber um salário da prefeitura de São paulo só pela divulgação. Sempre que leio esses posts, me dá vontade de conhecer São Paulo, principalmente as atrações Noturnas... Quanto a blosa, peço disculpas, mas não pude conter o riso... kkkkkk

Um grande abraço... até o p´roximo

Kaa disse...

Adoro o Blog, vcs estam de parabens!

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo