terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Salvem o Mundo da Praga do Politicamente Correto



Maridão e eu estávamos conversando no sábado sobre o quanto o mundo está cada vez mais careta. Estamos caminhando - voluntariamente - para uma ditadura do politicamente-correto, achando que temos algo a ganhar com isso. Acho tudo isso um porre.
.
Mostre-me uma pessoa desprovida de preconceitos e eu te apresento uma fraude. O problema maior, pelo que me parece, não é o fato de ter (ou não) preconceitos, mas sim o de ser (ou não ser) hipócrita. Ok, eu deixo você ter seu preconceito, mas não conte pra ninguém, tá? Basta fazer a linha bom-moço e tá valendo. Maridão e eu somos preconceituosos, machistas, reacionários, elitistas, politicamente incorretos etc, etc, etc. A diferença é que a gente admite e segue nossa vida em frente... de santos do pau oco o mundo já está cheio.
.
Toda vez que vejo alguém, todo inflamado, defendendo os fracos e oprimidos, logo coloco os três pés atrás. Vejo um protesto do Greenpeace e meu lado psicopata vem à tona: sinto um desejo incontrolável de matar uma baleia, usando um casaco de peles após derrubar metade da floresta amazônica para construir um belo shopping center.
.
Estava vendo uns vídeos do Monty Python e quase chorei de alegria. Se tivessem surgido hoje, os comediantes mais politicamente incorretos de todos os tempos seriam logo censurados e o mundo teria ficado privado de seu talento. Comprei os DVDs da série brasucas Armação Ilimitada e da TV Pirata (os mais velhos hão de se lembrar) e fiquei pensando no quanto eram anárquicos para a época. Hoje, humor precisa de autorização oficial pra fazer graça!
.
Mas nem preciso ir tão longe: sei de gente que se choca ao ouvir as letras dos Mamonas Assassinas! E nem faz tanto tempo! Será que hoje em dia eles teriam chance de gravar "Robocop Gay" sem arrumar problemas com a patrulha? No mundo careta em que vivemos, os gays estão mobilizados em lutar por uma lei que impeça o mundo de fazer piada sobre veados! Veado não, homossexual, seu blogayro homofóbico! Favela? Nããããão, "comunidade"! Negro? Nãããããõ, "afrodescendente"! (como se não existissem zilhões de loiros na África do Sul, por exemplo!) Puta? Nãããão, "profissional do sexo"! Deficiente? Nãããããõ, "portador de necessidades especiais"! será que o preconceito está na boca de quem diz ou no ouvido de quem escuta?
.
É lei proibindo os pais de dar palmadas nos filhos pentelhos - que depois vão esbofetear seus professores em sala de aula - , cotas disso, cotas daquilo... Nas escolas, as professoras são proibidas de cantar "Atirei o pau no gato", porque a canção faz apologia à violência contra os animais! Elas ensinam aos alunos uma versão politicamente correta chamada "Não atire o pau no gato"!!!! Onde este mundo vai parar? Bons tempos em que o coiote fazia planos mirabolantes para matar o papa-léguas, o Tom serrava o Jerry (foto), o Pica-pau torturava seus coadjuvantes, o Spectreman (meu herói) explodia o adversário com um raio letal ou o Jaspion partia o inimigo ao meio com uma espada. Tudo ali, na nossa frente. Alguém aí virou psicopata por causa disso? No máximo queimávamos alguma formiga com uma lupa ao sol.
.
Qual o problema que vejo nisso tudo? O politicamente-correto é a vitória do mau humor. Gente que vê preconceito em tudo é mal-humorada, mal-comida, mal-amada. Não é gente do bem, é gente do mal - e que faz questão de que todos os outros seres vivam da mesma forma.
.
Anos e anos de luta por liberdade de expressão não podem ser jogados fora assim. Liberdade de expressão só é válida se a pessoa tem o direito de dizer aquilo que você não quer ouvir.

.
.
Longa morte ao politicamente-correto, pois poucas coisas neste mundo superam a deliciosa sensação de felicidade obtida ao sacanear alguém!
.
.

11 Comentários:

Das Loka disse...

OLÁ MENINOS, REALMENTE É MUITO CHATO NOSSO MUNDO ATUAL, ANTES NADA PODIAMOS, AGORA QUE PODEMOS NADA DEIXAMOS.
ALÉM DE CONFUSO É EXTREMAMENTE CASTRADOR, EU CONFESSO JÁ FUI UM RADICAL, MAS PERCEBI QUE ISSO ERA NADA MAIS QUE MAU HUMOR, NAQUELES TEMPOS ANDAVA MEIO, AMARGA, RSRSRSRS.
NOSSO DIREITO TERMINA ONDE COMEÇA O DO OUTRO E PORQUE VAMOS PROIBIR O OUTRO DE FALAR, AI NÓS SEREMOS DITADORES.
AS PESSOAS DEVIAM SE DIVERTIR MAIS, RIR MAIS E LEVAR A VIDA MENOS A SERIO, POIS SE NÃO VÃO CABAR CENSURANDO "OLHA A CABELEIRA DO ZEZÉ" NO CARNAVAL E AE FUDEU!!!
BEIJO ENORME EM VOCÊS!!!

ANDRÉ CAMARGO, BLOG DAS LOKA!!!

Abapha! disse...

Meninóns! Parece que os meus pensamentos phoram adiVINHADOS! Ontem mesmo eu tava assistindo meu DVD da TV Pirata e viajando nos bons tempos do humor sem censura e sem contra-indicação. Vocês acreditam que tem um pessoal acabando comigón só pq eu chamei o Justin Bieber de vinhada, silly queer, beesha... Teve um que me perguntou se eu já tinha comido ele. Mas vejam bem, Justin, não é nenhum Juninho Bill do Trem da Alegria (época em que os meninos (crianças) cantores, eram meninos mesmo, sem afetações, franjinhas e modas ridículas) e a gentchy atorava issón. Agora, pq eu sou obrigada a concordar com os ademanes do Justin Bieber? Não dá né!!! Meu koo! A infância era tão politicamente incorreta, que em uma música do Trem da Alegria, (XA-XE-XI-XO-XUXA) tem um trecho que diz: "Xuxa, a razão do meu banho demorado..." Era tão lindo! Vai gravar um troço desse hoje em dia? Polêmica, escandalón e outras cositas más na certa. Como sempre, concordo com vocês em gênero, n° e grau.
Beijos

Lobo disse...

Creio que a liberdade de expressão da forma que vocês desejam, se respeitada integralmente, ia ser um caos. O que acontece quando se dá liberdade para pessoas que não sabem brincar? Ser politicamente incorreto é uma coisa, ser desrespeitoso é um nível acima. Concordo que muitas coisas que vocês falaram são realmente exageros de censura, como a música nas escolas e a proibição de pais baterem em seus filhos, mas sou bastante convicto que todos gozassem de toda essa liberdade, a coisa não ficaria somente no "politicamente incorreto". Tem gente que não sabe brincar.

Edu disse...

Faço minhas as palavras do Lobo e acrescento: a MAIORIA não sabe brincar. Aí o povo diz: mas isso tem que ser "combatido" com uma melhor educação. Concordo. Mas aí caímos de volta no "não atire o pau no gato".

Acho que devem existir leis (de bom senso) pra coibir qualquer tipo de violência e de discrepância de direitos (e deveres), bem como um sistema jurídico-policial mais eficiente. Só assim a patrulha do "correto" poderia relaxar um pouco.

Wans disse...

Eu não me considero politicamente correto, na verdade, Melo e eu fazemos várias piadas sobre os "defeitos" e "qualidades" de tudo, porém, acredito que muito excessod e liberdade é meio desnecessário. As vezes me sinto ofendido por piadas de homossexuais, mas é algo que cada um interpreta como acha melhor as piadas alheias.

Anônimo disse...

Só não concordo com a parte sobre os animais.
Nada de machucar os seres verdadeiramente racionais!

Junnior disse...

Tem gente que não sabe brincar.[2]

DPNN disse...

Tem gente que não sabe brincar, ok, é fato. Mas só por isso vamos acabar com a brincadeira? Acho que não, né?

Filipe disse...

Concordo em muita coisa, porem nem tudo pode ficar escrachado e se tudo fosse liberado seria um caos como outro falou.

Não concordo em utilizar os animais por vaidade ou por qualquer coisa que seja desnecessário, como o ato de come-los. Precisamos evoluir, e não voltar pra época das cavernas.

Paulo Braccini disse...

Concordo plenamente q esta coisa de politicamente correto virou um saco ... nada pode ... não se pode brincar, não se pode galhofar. Agora, que excede nas brincadeiras pq não sabe brincar ou tem intenção nítida de agredir, quem agride, quem não respeita o outro, quem se sente dono da verdade e do mundo ... para estes torna-se necessário sim uma regra dura, eficaz e que valha mesmo ...

Mas em linhas gerais comungo com o pensamento de vcs ... até com os possíveis exageros cometidos em termos de galhofa no post ...

bjux

;-)

Ma disse...

Bate colega o/

Que tem muita coisa que é errada tem, mas o mundo não pode ser essa maravilha toda, e nem ficarmos na ilusão de que ele um dia seja. Se é pra ter podridão, que seja escrachada, hehe

Quando vi o título no blogroll já me identifiquei, mas em outro ponto. As comidas hoje estão saudáveis demais !!!!!! Apesar de obesidade e problemas do coração já serem considerados problemas de saúde pública, quero consumir minha gordura trans e meu sódio em paz ! Até o Sticksy já diminuiu a quantidade de sal nos seus palitinhos !!!!

Enfim, minha veia gorda falou mais alto agora, hauhaua

bjs

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo