quarta-feira, 30 de março de 2011

Quero Ser Pai?


Logo quando maridão e eu começamos nosso relacionamento, uma das primeiras preocupações que ele teve foi me dizer que, se um dia eu quisesse ter um filho, não deveria me privar de realizar este feito por causa dele. Maridão foi pai bem jovem e sempre me disse que foi a melhor coisa que aconteceu em sua vida. Não duvido, ele sempre foi um ótimo pai. 

Muito tempo atrás, quando eu namorava uma garota, lá pelos meus 16 anos, houve uma suspeita de gravidez. Fiquei desesperado, era muito moleque, inexperiente, não sabia direito o que eu era, mas sabia que um filho não estava em meus planos. Foram uns longos dias de desespero até que a tal menstruação veio e levou minha paternidade por água abaixo. Foi o mais próximo que cheguei de ser pai. Tá, eu tenho uma cachorra, mas é diferente.

Sempre me perguntei se eu seria um bom pai. Sou um ótimo tio, daquele que os sobrinhos adoram e os pais detestam, já que estrago totalmente a educação que eles se empenham em dar aos filhos.

Em meus planos de futuro, sempre me vi adotando uma criança. Mas sempre naquele cenário ideal, com estabilidade financeira, viagens dos sonhos feitas, casa própria etc. Ou seja, primeiro "viver", depois ser pai. Maridão sempre me disse que isso era bobagem, que meu foco estava errado. Mais uma vez, ele estava certo.

Ele até mesmo já me incentivou a ter um filho pelas vias “naturais”. Disse que ficaria enciumado por um tempo, mas depois iria querer criar o filho comigo. Não me vejo transando com uma mulher outra vez, mas poderia doar o esperma, isso é fácil, mas acho essa história de barriga de aluguel coisa complicada de se lidar. E não faço questão de que o filho tenha meus genes.

Ultimamente tenho pensado bastante em ser pai. Maridão diz que eu serei um bom pai. Temos até uma amiga lésbica que está grávida (Liebe, você errou, o bebê é menino). Ela iria adotar uma criança, mas o destino pregou uma peça e acabou acontecendo por vias naturais. Ela está radiante.

Hoje eu estava brincando com minha sobrinha, uma garota esperta na melhor das idades (3 anos). Como ela está doente, com bronquite, ficou com a vovó coruja enquanto os pais foram trabalhar. Quando estava saindo para dar aula, ela me olhou com aquela cara de gato-de-botas-do-shrek e disse: “tio, vai tabaiá? Tais um pejente pa mim?” Eu: o que você quer de presente? Ela: “uma Barbie”. 

É claro que passei na loja e comprei pra ela, enquanto ficava me perguntando como seria ter um filho pra chamar de meu e pensando no quanto isso afetaria minha vida. 

E vocês, queridos leitores, pensam em ter filhos? Adotar? Algum já é pai (cachorro não vale)?

15 Comentários:

Ma disse...

Tenho um cachorro e ele já me dá trabalho demais. Tenho ódio mortal de crianças, e ser gay pra mim foi uma dádiva pois desse risco passo longe !

bjs

Le1dro disse...

Penso sim em ter uns 2 filhos. claro que o economico e a tranquilidade ajudam, mas não é regra.

..::voy::.. disse...

eu penso em ter filhos. mas mais pra frente. acho q nao estou pronto psicologicamente pra ser pai.
tb nao sei se quero um filho biologico ou se adotado, mas eu quero um filho um dia!!!

abraços do voy

Lobinho disse...

Nao enho filhos,mas fui sortudo.Calma,explicarei.
Morei com minha irma e seu marido qdo minha sobrinha tinha 1 ano.Depois me mudei e depois do trabalho,ia todo dia visita-los.O legal era que eu que acaba educando,levando para passear.
Com minha outra irma,a caçula,ocorreu o mesmo.
Penso em adotar,mas nao agora.Acho que Japao é um país estressante demais para uma criança.
beijos.

Wans disse...

Se Melo e eu fôsses ter um filho, ele seria uma das crianças mais paparicadas do mundo, mas sinceramente, preferimos ser tios e padrinhos. Isso já basta!

Anônimo disse...

não desejo ter filhos
adoro crianças, brincar com elas e tudo, mas quando devolvo para a mãe é ainda melhor hauhauahuhaua

Titchya Alda disse...

Fiquei emocionada com o post. Eu gostaria muito de ter um filho... mas vocês sabem neh... não rola...

Junnior disse...

Já pensei. Hoje em dia, no entanto, não mais.
Bj.s

Edu disse...

Se eu fosse ter filhos, adotaria com certeza. Primeiro, e principalmente, porque já existem crianças demais no planeta - e muitas sem qualquer carinho ou cuidado. Mas acho que minha linhagem termina por aqui.

Dan disse...

eu penso sim, em adotar um!

Lady's disse...

tenho muita vontade de ter filhos, depois de formado e com uma boa estabilidade economica pretendo adotar.

Serginho Tavares disse...

penso em adotar porque tem muita criança por ai que merecia um lar de verdade
mas é algo pro futuro e não agora
mas penso sim!

beijos

Euzer Lopes disse...

Cachorro não vale, mas serve para dar pistas do que eu seria com uma criança.
Sim, eu acho que seria um pai desses super cuidados, preocupados, atenciosos, rigorosos, mas um grande companheiro do meu filho.
Mas só o dia que eu casar, e arrumar um marido maravilhoso para ter meu bebê. Ou melhor, nosso! Criado com muito amor por pais que se amem.

BruH's World disse...

Eu penso SIM!
Em adotar pelo menos 2 criancas, mas nao agora, sou jovem demais.
Mas primeiro preciso de um marido...hehe

daMata disse...

Olha, seria legal ter um filho...mas como vc disse por barriga de aluguel eh complicado...mas seria o unico jeito...porque jamais na minha vida colocaria meu "precioso" num negocio alienigenas daqueles...
e futuramente que sabe por adoção...

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo