terça-feira, 10 de maio de 2011

Vai, Lacraia!


E ela se foi. Morreu nesta madrugada a folclórica Lacraia, dançarina que, ao lado do MC Serginho, arrebatou as paradas com o melô da "Eguinha Pocotó". Uma pena, pois parecia ser uma pessoa feliz, sempre esbanjando alegria com aquele sorriso enorme. 

É como maridão e eu sempre dizemos: é muito fácil ser gay como nós somos: dois caras que passam batido pela multidão, e que, de modo geral, ninguém desconfia que são gays. Ser um travesti ou um transexual é coisa para quem é Macho com "M" maiúsculo! E tiro o chapéu para quem é assim. 

Musicalmente falando eu não suporto o funk carioca, mas "antropologicamente" falando, acho que é uma das manifestações artíticas mais legais que surgiram no país. É o equivalente brasileiro ao punk rock no que o movimento tinha de mais original: música feita no esquema do it yourself por gente sem formação musical, um movimento que surge nas periferias dos grandes centros urbanos e cria uma cena ao seu redor. E, convenhamos, punk acaba sendo mais imitação do que é feito lá fora e o espírito original se perde em meio à anacronia...

Mas de volta à Lacraia: nascida Marco Aurélio Silva da Rosa, Lacraia quebrou o tabu do meio funk, dominado por popozudas e preparadas, e com seu carisma, conheguiu mais sucesso do que qualquer bunda rebolante com "feminino" na certidão de nascimento! No país da homofobia (sic), Lacraia virou ídolo da criançada e figura carimbada nos programas de TV. 

Muitos dirão que o seu sucesso era uma chacota, mas só os seres evoluídos são capazes de rir de si mesmos. E Lacraia representava bem uma parcela existente no mundo gay, mas que muita gente prefere varrer para debaixo do tapete, a tal "bichinha quaquá". Elas estão por toda parte, com sua alegria contagiante e jogando na cara de todo mundo: sou feliz do meu jeito! Ou, como ouvi uma vez: as trevas não me atingem, meu cu brilha no escuro!

Vai, Lacraia!

14 Comentários:

Edu disse...

Cara, você foi perfeito em absolutamente todas as palavras deste post. Assino embaixo. Vai, Lacraia - e obrigado.

Paulo Braccini disse...

Vai Lacraia e brilhe em outros palcos ...

melo disse...

muito bem colocado, nós mesmos olhamos torto ou buscamos esses gays para alívio cômico ou referencia do que não queremos ser ou sermos associados..

foi lacraia..

Lady's disse...

Meu eu adorava a Lacraia, tipo era uma ser estranho, mas quebrou tabus no funk por ser o primeiro gay a assumir um posto até então das gostosonas.

Diego Hatake disse...

Uau, disse tudo e mais... Bela homenagem. E eu vou guardar essa frase das trevas para sempre, hahahaha!
Abraços!

Junnior disse...

Poxa, eu fiquei triste e estou até agora com essa notícia.
Bj.s queridos.

Lobinho disse...

Bela Homenagem!
Nunca escutei essa frase.
Beijos,dois.

Dan disse...

relamente. São Homens com H maiusculo!

Vai Lacraia!


frase de vaga-lume!

Paulo Braccini disse...

kkkkkkkkkk ... sou muito chato e muito perfeccionista queria ser menos ... mas enfim ... cada um com suas manias ... rs

Wans disse...

Achei imensamente triste sua morte.

bj

Fred disse...

Agora a Lacraia foi.

Então na tua adolescência-gótica tu era ainda mais interessante??? Hahaha!

inconstanteblog disse...

Adorei o post! Hoje tive de "defender" a Lacraia de um colega gay [e no armário] que a criticou abertamente, tentando diminuí-la.

Agora, essa frase das trevas... hahah muuuito boa! Não conhecia =D

Xêro!

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo