segunda-feira, 19 de março de 2012

10 Artistas Heterossexuais Soltam o Verbo :

George Clooney:  A última coisa que você me verá fazer é sair por aí dizendo: 'é mentira, não sou gay'! Isso seria injusto e grosseiro com os meus bons amigos da comunidade gay. Não vou deixar ninguém fazer parecer que ser gay é uma coisa ruim. A quem incomoda o fato de alguém ser gay? Eu já estarei morto há muito tempo e as pessoas continuarão dizendo que eu era gay. Não me importo. Minha vida particular é particular, e eu estou feliz assim. 

Celine Dion: Eu trabalho com muitos gays e, pessoalmente, sinto-me muito próxima deles, da sua sensibilidade. Desde os 12 anos que trabalho com pessoas que fizeram de mim o que sou, que me ajudaram. Os gays têm uma faceta muito particular de perceber as pessoas. Se eles te amam, então querem que você seja perfeito. O gay deveria poder se casar, se quisesse. Todos deviam poder se casar com a pessoa que amam. Mas é uma escolha pessoal, muito pessoal. Sou favorável à adoção. Há muitas crianças mal amadas, abusadas, órfãs… Se são dois homens, duas mulheres… nós estamos falando em educar uma criança com valores e amor, com segurança. Uns gays são bons, outros menos. O mesmo aplica-se aos héteros, por isso não há nenhuma razão para recusar a dois homens ou a duas mulheres a adoção de crianças.



Criolo: Eu respeito todas as opções das pessoas. Não vou rir desse tipo de piada, aí parece que é defeito o cara ser homossexual.  Eu não sou homossexual e jamais vou usar como chacota esse termo.

Wanessa: Nunca tive uma experiência gay, mas também nunca estranhei porque desde pequena convivi com homoafetivos, até por causa do meio artístico do meu pai. Isso sempre foi natural. Com 11 anos comecei a fazer teatro, e eu lembro que eu já percebia. Também sempre tive amigas mais velhas no prédio que eu morava, então eu de alguma maneira já entendia. Tenho uma regrinha básica que vou usar na educação do meu filho: respeitar o próximo, o outro, respeitar as escolhas e a vida. 



Britney Spears: Se meu filho fosse gay teria a certeza de além de ter um filho, teria também um grande amigo, pois a amizade dos gays é a mais verdadeira do mundo.



Kylie Minogue: Meu público gay me ajudou muito quando os tempos não eram fáceis para mim, me apoiaram muito. Era como ter um exército atrás de mim e acho que é assim quando um casamento acontece e é um caso de amor desde então.



Mariah Carey:  Se duas pessoas querem se casar, isso deveria ser um direito delas. Todos deveriam ter o direito de fazer o que quiserem para encontrar a felicidade. Desde pequena, minha mãe tinha uma cabeça bem aberta e amigos de todos os tipos, então ser gay nunca me pareceu estranho ou errado.

Beyoncé:   Se alguém é corajoso e fiel a si mesmo, são os meus fãs gays. A quantidade de confiança e destemor em fazer o que os seus pais talvez não queiram que faça, ou o que a sociedade acredita ser diferente – ser corajoso, diferente e você mesmo – é simplesmente muito lindo. É a coisa mais linda que você pode ser, e é o que todos nós queremos ser no final do dia. Não se preocupar em satisfazer ou tornar-se o que os outros pensam no que você deveria ser, esse é o sonho máximo – ser corajoso.

Madonna: A comunidade gay tem sido extremamente favorável a mim. Eu não teria uma carreira se não fosse para a comunidade gay. Nós conversamos muito sobre a importância de não julgar as pessoas que são diferentes. Não julgar as pessoas que não se encaixam em nossa opinião do que é legal e o que não é. O conceito que estamos torturando adolescentes, porque eles são gays é como o linchamento dos negros ou Hitler exterminando os judeus. 

Brad Pitt: Se me incomodaria se um filho meu fosse gay? Não, nem um pouco. Ouça, eu quero que meus filhos vivam a vida que eles querem viver. Espero ensinar aos meus filhos para eles serem o que realmente são. Eu tenho um amor na minha vida, uma alma gêmea. Quando alguém me perguntou porque Angie e eu não nos casamos, eu respondi: 'Talvez vamos nos casar quando for legalizado para todo mundo'. Mantenho minha opinião, embora eu tenha recebido muitas críticas por isso. Detesto mensagens de grupo religiosos, eles dizem que Casamento Gay destrói a família e machuca as crianças. Bem, eu tive o privilégio de ver meus amigos gays sendo pais e assistir aos filhos deles crescerem em um ambiente de amor. Que direito alguém tem de dizer para outra pessoa como viver se eles não estão machucando ninguém?
.

9 Comentários:

FOXX disse...

só achei estranho a fala da Celine Dion, não parece uma generalização estranha?

Margot disse...

No mundo dos shows esse pensamento é comum e mais que acertado. É dos gays que vem a sensibilidade necessária para se chegar ao público. Agora, no mundo real, aqui fora dos palcos, a ignorância ainda prevalece. Amar e ser amado, independente do gênero é o que importa. Como disse Clooney "vida particular é isso, particular, pessoal. A ninguém deveria incomodar o fato de qualquer outro ser gay". Abraços

Gay Incomum disse...

Muito legal!
Brad Pitt foi incrível!!

Serginho Tavares disse...

eles não poderiam pensar diferente afinal fizeram suas carreiras graças ao público gay
seria cuspir no prato que comem

beijos

Edilson Cravo disse...

Muito bacana seu post. Pra mim a palavra de ordem é: RESPEITO. Se a pessoas comungassem disto o mundo seria muito melhor.
Linda semana. Abraços.

Frederico disse...

sei lá mas entre as cantoras é mais que natural apoiar os gays, já que são em grande maioria seus fãs, mas achei bem legal a declaração do Clooney

Fred disse...

Bacana isso!
E dizem as boas línguas de Blogsville que de quatro vc é mesmo fantástico... hehehehe!

Junior Healy disse...

Simplesmente respeito.

O Pitt foi incrivel em suas palavras.

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo