segunda-feira, 28 de junho de 2010

28 de Junho: Dia Internacional da Consciência Homossexual

Hoje é dia 28 de Junho. Dia Internacional do Orgulho Gay.
Tenho sérios problemas conceituais com a palavra “orgulho” (pronto, muita gente vai parar de ler aqui e escrever me acusando de homofóbico). Não, não tenho a menor vergonha de ser gay, nem tenho o menor problema de aceitação quanto à minha (homos)sexualidade. Muito pelo contrário! Estou bem resolvido e muito feliz com quem eu sou. Se me perguntarem na próxima encarnação se eu quero nascer gay, não penso duas vezes: digo que sim na mesma hora! Minha questão é que, como linguista, acho o termo “orgulho” impróprio. Tenho orgulho de coisas pelas quais eu tenho mérito. Se faço um bom trabalho, tenho orgulho do resultado. Se dei duro para conquistar algo, fico todo orgulhoso pela conquista. Posso inclusive ter orgulho pelo reconhecimento do mérito de outra pessoa. Ser gay é uma condição, para mim, tão natural quanto a cor dos olhos ou da pele, a altura, nacionalidade. E como condição, não faz muito sentido ter orgulho. Mas é só uma questão de terminologia, e sei que o que está em jogo é uma questão muito maior do que essa . É uma postura afirmativa, de dizer: “sim, eu existo e exijo ser tratado como um cidadão”. Muito mais uma tomada de consciência de sua condição de cidadão do que exatamente manifestação de orgulho.

Ao meu modo, sou um grande defensor da igualdade de direitos, mas também da igualdade de deveres que acompanham estes direitos, algo que muitas vezes acaba ficando de fora do discurso da militância. Estima-se que 10% da população mundial seja gay. Acho um número superestimado, mas não disponho de estatísticas que indiquem o contrário, então vamos ficar com estes números. No Brasil, isso daria o equivalente a quase 20 milhões de indivíduos.
.
Nós que vivemos em grandes centros como SP podemos até nos considerar privilegiados, pois a aceitação acaba sendo muito maior. Mas se pensarmos no “outro Brasil”, a questão muda de figura, e vemos que ser gay ainda é coisa de "macho"! É preciso muita, muita coragem para ser gay em um ambiente hostil. Se assumir numa cidade pequena, ser vítima diária de chacota, não é para todo mundo. Talvez muitos de nós já tenhamos perdido um pouco esta noção (o que por um lado é bom, sinal de que a homossexualidade vai aos poucos sendo assimilada pela sociedade), mas ainda hoje muitos são assassinados ou agredidos por conta da orientação sexual.

A data de hoje remonta a fatos como estes, no 28 de junho de l969, quando os homossexuais de Nova York, cansados de apanhar quietos dos policiais, tomaram a iniciativa e reagiram, no que ficou conhecido como o Levante de Stonewall (Stonewall Inn era o nome do bar que os homossexuais frequentavam, este da foto, com cara de barzinho da Vieira de Carvalho.). Desde então, a data passou a simbolizar o “Dia Internacional do Orgulho Gay”, também chamado de “Dia Internacional da Consciência Homossexual”. Embora o primeiro nome tenha se cristalizado, gosto mais do segundo, pelos motivos que expliquei anteriormente.

Em 1994, Renato Russo lançou um álbum em homenagem aos 25 anos do levante, chamado The Stonewall Celebration Concert, cujo encarte listava uma série de organizações ligadas à causa gay. Além disso, parte da renda foi doada à campanha Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida. Aqui a versão de Renato Russo para a maravilhosa “Cherish”, da Madonna:


É inegável que avançamos muito. Há pouco tempo, ser gay friendy era exceção. Hoje em dia, manifestar publicamente uma idéia homofóbica é que virou a exceção. E isso é um avanço que não pode ser ignorado!

Chegamos do outro lado do arco-íris? Não, falta muito ainda. Mas os passos estão sendo dados. vamos caminhando juntos, cada um fazendo a sua parte, da sua maneira.

3 Comentários:

dogmanstar disse...

perfeito! parabéns!
esse cd do russo me é mui caro, adoro.
acho que nem chegamos à metade do caminho mas já andamos bastante..

Wans disse...

Aos 14 anos, jamais pensei que um dia teria meu companheiro morando comigo. São evoluções que nos foi conquistada. Sonho ainda com o casamento...pois é, sou desses. Quer viver para ver esse dia.

bj, 01

dogmanstar disse...

vamos fazer uma Stonewall Celebration Evening? Queijos e vinhos?
Phynnahs...

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo