segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Mary & Max , Uma Amizade Diferente - O Filme do Ano!


Adoro animações, acho que são as coisas mais inteligentes, criativas e bem elaboradas que temos no cinema atual. E quando o desenho supera todas as expectativas, só me resta aplaudir de pé. É mais ou menos isso o que acontece com quem vê o filme "Mary & Max". Aplaudir de pé por uns três dias.
.
Assisti ao longa na sexta-feira, e até agora ainda estou animado. Lindo! Não há outra palavra para descrever. Se você viu e não gostou, faça um favor à humanidade: se mate, o mundo não merece gente assim roubando nosso ar.
.
O filme, uma animação em stop-motion, conta a história de uma garotinha de 8 anos, solitária, vivendo na Austrália, que passa a se corresponder com um senhor ainda mais solitário, que sofre da Síndrome de Asperger e mora nos EUA. O roteiro é primoroso, os diálogos e sacadas te deixam com aquele sorriso estampado na cara. É politicamente incorreto, fala de assassinato, de suicídio, de bebedeiras e sexo, com a maior naturalidade. E é triste que só! Mas não é pra deixar pra baixo, acreditem!
.
E tem até seu lado gay na história, que não vou revelar, para que vocês apreciem...
.
O filme tem poucas cores, as cenas da garotinha têm tons de marrom, as do tiozinho são em preto e branco. Aqui uma pequena amostra, no trailer:


.
Não percam, de forma alguma! Passou nos cinemas, mas já saiu em DVD.
.
Foi difícil escrever este post batendo palmas, mas acho que deu pra passar a mensagem...

3 Comentários:

Junnior disse...

Boa dica. Já anotei no meu "notes".
Quanto à enquete lá do blog, obrigado pelo aviso, mas, infelizmente, após o primeiro registro, não há meios para alterar a pergunta. É justo.
[espero que este comentário seja publicado e não dê erro]
Abraços.
Junior.

Wans disse...

meninos, eu quero muito ver isso. Dizem que é triste até a medula.

bjs

Lobo Cinzento disse...

Triste?! De triste já basta a minha vida ahauahauahu. Sou apaixonado por animações, então eventualmente vou acabar assistindo, mas só de saber que é triste já vou asistir mais triste ainda >.<".

Eu juro que não entendi a sua pergunta daquela forma quando li, mas tá valendo ahauahauahau. Se eu fosse nada e tivesse que escolher, eu ficaria com o gay, porque eu não tenho nada de experiência hétero para usar como comparação XD.

E eu acho que a sociedade ainda é beeem maldosa com os gays... senão não tinha tanta gente sendo morta, expulsa de casa, demitida, tendo direitos negados e derivados... acho que faz todo sentido os exemplos negativos chamarem mais a atenção, porque eles ainda são extremos muito críticos!

Beijos aos dois!

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo