segunda-feira, 30 de maio de 2011

Não Gosto dos Meninos


Foi com extrema felicidade que assisti ao vídeo que dá nome ao título! Quem não chegou ontem de Marte conhece o projeto "It Gets Better" encabeçado pela Pixar, no qual seus funcionários gays dão um depoimento mostrando ao jovens que o sofrimento da descoberta da homossexualidade é passageiro, e como o nome diz, as coisas melhoram com o tempo. Foi uma medida diante do número assustador de jovens que tentavam (ou conseguiam) cometer suicídio, por se sentirem "diferentes". O vídeo foi um sucesso mundial (se não conhece, clique aqui) e incentivou projetos semelhantes no mundo todo. Aqui no Brasil, a iniciativa recebeu o nome "Não Gosto dos Meninos" (confesso que não entendi a escolha do título). 

Tempos atrás foi feita a divulgação da filmagem na internet. Os idealizadores procuravam pessoas comuns, que fossem gays. Nada do estereótipo atribuído aos homossexuais, a ideia era mostrar ao jovem que se descobre gay que não há diferença entre o homo e o hétero além, é claro, da orientação sexual. Ponto para eles! Sempre fui da opinião de que ser gay é só mais uma característica da pessoa, e não necessariamente a mais importante, a ponto de reger todos os outros aspectos de nossa vida. 

O que vemos no vídeo é bem isso: pessoas adultas, maduras, de bem com a vida e com sua sexualidade mostrando claramente: "somos gays, mas também somos isso, isso e isto!" Mostra a superação das dificuldades, sendo a principal delas a auto aceitação. São quase 20 minutos com depoimentos de 40 pessoas, e, o melhor de tudo: em nenhum momento se fala a palavra "homofobia"! Fico imaginando aqueles militontos gays xiitas se contorcendo de ódio ao assistirem a um vídeo que não mostra os gays como eternas vítimas! 

Vejam, espalhem por aí, pois é um vídeo que merece ser visto por todos, independente da orientação sexual.


Parabéns à dupla André Matarazzo e Gustavo Ferri, os organizadores do projeto. 

12 Comentários:

Lady's disse...

esse curta é muito bom, me identifiquei com vários depoimentos
penso que através de declarações sinceras como essas podemos mostrar um outro lado do mundo gay

FOXX disse...

esse vídeo é ruim desde a sua proposta inicial, de verdade, "ser gay é o menor dos meus problemas"? ser gay é um problema??

vaza preconceito

DPNN disse...

Foxx: mas o que a garota diz é exatamente o oposto! Ela diz que tem contas para pagar e outros problemas que qualquer outra pessoa tem, e que ser gay é justamente o menor problema - e com isso ela quer dizer que ser gay não é um problema! Você levou a frase ao pé da letra, e o resultado é ver preconceito onde não existe.

S.A.M disse...

Acho que esse é um tipo de material que devia ter lá no tal kit. Entendo que ele é mais voltado a uma visão positiva do gay e é justamente por isso que faz tanto sucesso nos EUA e na Europa. Eu mesmo já estou divulgando lá! rs

Beijoprosdois.

Paulo Braccini disse...

Eu nunca tive e não tenho o menor problema em ser gay, a partir do momento em que resolvi isto comigo mesmo, isto lá pelos meus 24 anos ... Se alguém tem problema com isto tem mais é q resolver, mas isto não me deixa esquecer q o preconceito e a intolerância permeiam a sociedade e que, muitos pagam caro por isto ... #fato

bjão querido

Dan disse...

postei ontem no meu face e acho q devo postar mais algumas vezes!
:D

Lobinho disse...

Eu me pergunto: pq esses militantes nao pagam uns 30 seg do horário nobre e citam uns depoimentos desses?

Já vi várias x esse video e nao entendi o motivo desse nome.

Adorei a iniciativa desse curta.Acho que todo blogayro deveria adicionar nos seus blogs.Como blogayro de filmes,recebo vários e-mails e ainda me espanto com suas histórias,com seus medos...
Com certeza,esse video ajudará muitas pessoas.
beijos.

Junnior disse...

Faço minhas as palavras do Lobinho, inclusive quanto a adicionar o filme nos blogs.
Bj.s

Fred disse...

Achei bacana!
Curti seu comment e cá pra nós... "causar" é algo que sabes fazer muito bem... heheh! Hugz!

melo disse...

achei ótimo e realmente mostar isso, pessoas lidando com as dificuldades em se aceitar, crescer, entender o que se é.

não há estereótipos e nem cruzada contra homofobia, não é xiita, é direto, até mesmo chega a pecar pela falta de emoção mas, considerando que a idéia era passar uma mensagem otimista, acho certo evitar o melodrama.

este sim é um video para se mandar ás escolas!

Titchya Alda disse...

Eu não gosto de meninos.. eu atóron!

Anônimo disse...

Talvez o título seja uma referência a época/fase em que muitos gays não se aceitan e não admitem que gostam de meninos. Tipo algum pergunta: vc é gay, gosta de meninos. E muitos homossexuais negam: eu não gosto de meninos. Ou para aqueles que sabem q gostam de meninos, mas chegam a dizer pra si mesmos em uma época, eu não gosto de meninos, numa tentativa de se "curar" ou se enganar

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo