quarta-feira, 1 de junho de 2011

Vou Meter Processo! Marcos Mion x Nany People


É por essas e outras que eu sou 1.000% contra o PL122:

"Entidades do movimento gay reclamaram de comentários de Marcos Mion no "Legendários", da Record. Durante o programa, o apresentador disse que a drag queen Nany People "tem surpresinha" e perguntou "o que ela faz com o pacote" na hora do banho. Tanto o apresentador quanto a emissora estão sendo processados por homofobia." (fonte: Folha de SP)

Homofobia onde?????????????????????????????????????????????? Alguém pode me mostrar? - pois sou loiro e tenho dificuldade em estabelecer este tipo se sinapse complexa. (posso dizer isso ou também posso ser processado por "loirofobia"?)

Perguntada a respeito, Nany People respondeu, no seu Twitter:

"Atenção analfas: nada tenho a ver com o tal processo movido contra Marcos Mion e a Rede Record pela tal ONG. Soube do processo e também pasmei! Vou cuidar da minha agenda e da minha saúde porque da minha vida tem muita gente cuidando!" (fonte: Folha de SP)

Um dos pontos mais infelizes do igualmente infeliz PL122 diz que a denúnicia de homofobia pode ser feita por terceiros (no caso, ONGs e "movimentos sociais"). Este caso da Nanny People mostra bem o uso que este tipo de instrumento legal pode ter. Para a "vítima", foi apenas uma brincadeira, mas para a ONG (não identificada), foi um crime "bárbaro". Ou seja: um crime sem vítima!

Acho o Marcos Mion um cara totalmente sem graça, mas não ser engraçado ainda não é crime no Brasil. Ou é? 

Medidas como esta só conseguem uma coisa: fazer com que os gays percam a simpatia da sociedade. Na página do Facebook da Folha de SP, o que mais se lê são comentários neste sentido. É um tiro no pé. Mas, pensando bem, é exatamente isso o que o "movimento gay" parece querer, pois se acabar o preconceito, como estes grupos vão se manter vivos?

Em homenagem ao barraco, deixo vocês com a mais nova criação deste desocupado: "Vou meter (Processo)".  Para entender a história, leia este post no Identidade G.


Ainda sobre o famigerado PL122, aquele que todos defendem sem conhecer/ler: as chances de aprovação são mínimas, e agora o projeto vai sofrer alterações, o que significa que terá de refazer todo o percurso nas casas do congresso até uma possível votação em plenário. Há males que vêm para o bem...

16 Comentários:

Serginho Tavares disse...

Sinceramente, não tem como ser feliz neste país com um povo sem educação. Educação é informação e infelizmente movimentos como este que veem homofobia onde não há só causam mesmo a discórdia!
Até agora estou pensando no que de errado disse o boboca do Mion que assim como você não vejo graça. Nunca vi. Até hoje na história da MTV o único engraçado que apareceu por lá foi o Marcelo Adnet e nunca entendi o motivo do Mion ter feito tanto sucesso. Será que é porque ele tira a camisa e exibe um peitoral sem pelos? Bem... deixando ele de lado... Concordo com você e por estas e outras que leis sérias nunca serão aprovadas no Brasil-sil-sil e ainda querem legalizar a maconha? Por favor... legalizem a vergonha que a falta dela já impera na cara do povo há muito tempo!
E tenho dito!

Beijão

Paulo Braccini disse...

Não suporto o Mion, acho q ele é um viadão q não se assume, mas isto de processo contra ele já é demais mesmo ... fato ... isto é dar corda para quem não quer avanços mesmo ...

S.A.M disse...

Esse é um dos péssimos exemplos de onde se vê chifre em cabeça de cavalo. Uma boa oportunidade perdida pra se ficar quieto.

FOXX disse...

eu sou a favor, é um projeto necessário, contudo, tem gente maluca né? tem q saber o nível e, sobretudo, não seria de bom tom perguntar a "vítima" se ela sofreu alguma coisa antes?

Fred disse...

Síndrome de vitimização aguda SUCKS!!!! Por episódios assim que me estresso com gay sindicalizado. Afe! Hugz, man!

Lady's disse...

exagero total, certas piadas sobre gays tem graça mesmo, fazer o que, da mesma forma que rimos de piadas de sogra por exemplo. (ou como eu no meu momento preconceituoso dei risada do vídeo noite da xoxota louca) nem tudo pode ser levado ao pé da letra

Junnior disse...

Exagero, também achei, mas daí utlizar o PLC 122 no meio disso não tem nada a ver.
O documento é um mero projeto e nem sequer foi sancionado. Portanto, não é lei e não pode ser usado como fundamento de petição de ação judicial nenhuma.
Se a ONG moveu processo, o fez com base legal, ou seja, com leis vigentes.

Titchya Alda disse...

Quantas vezes mais Lea T. vai precisar aparecer e dar declarações pra mostrar que as diferenças estão no ponto de vista das pessoas? Meu Deus! E eu não sei quem escreveu, mas eu acho o Mion um viadão!

hsuahsuhasuau

Bêja

PS.: Vou cobrar "aquele" merchan que os meus amoures prometeram pra titchya...

AD disse...

mas o problema dessa discussão toda sobre o PL abrir espaço para a vitimização é produto de uma sociedade que não acredita nas instituições públicas. Sim, inevitavelmente, aparecerão situações do tipo com ou sem PL e isso não desmerece o projeto. Pois, não se tá dando recibo de culpado para ninguém. Qualquer denúncia deve passar por uma análise jurídica, em que as partes vão citar os fatos e fundamentos, proposta de conciliação ou não e depois julgamento. Como qualquer outro processo. E o gerar a onda de repúdio é algo natural dentro de um panorama em que se pretende instalar algo novo.

AD disse...

ah, esqueci... quando li a reportagem, fiquei envergonhado. Realmente, é um caso claro e evidente de não ter ocorrido preconceito. E como já imaginava o nível de comentários, nem li.

Gui disse...

Ponderando como os outros: uma coisa é abuso de lei outra é a necessidade dela. A importância da PL 122 é indiscutível. O uso que se fará dela, não.

Sempre haverão pessoas que vão interpretar as coisas da maneira errada e é aí que entra o bom senso e a autocrítica.

Beijo

melo disse...

acho que a lei deve sim ser votada e aprovada mas esses xiitas de plantão e de porta de ONG querem é ver sangue nos olhos para ter seu quinhão garantido.

mais fácil fazer espalhafato e tempestade em cima de qualquer coisa, mesmo pífia, que realmente se preocupar em fazer avançar as coisas em Brasilia.

se formos assim, nem mesmo nós viados podermos nos chamar de bicha ou afins ou seremos processados. essa sede besta de processo é coisa de sociedade como a nossa que não sabe o que fazer ou onde ir pois, como disse ADentrando as instituições que deveriam nortear esses debates ou enfim resolver o caso tem a confiança de um nabo ante a população.

acho essa safra nova de Mions, Adntes, CQCs e afin um bando de 'hypados' e que também montam no lombo do politicamente correto não para desbaratar essa merda 'faxista' mas só pra pegar carona no modismo.

isso não é humor, é oportunismo barato, humor quem fazia já não faz mais, se aposentou foi pro retiro dos artistas ou está na geladeira de emissoras grandes vivendo de reprises.

Junior Healy disse...

Foi realmente um exagero tal ocorrido, sou a favor da PL 122, mas tbm sou a favor do bom uso dela como ocorre atualmente com o crime de racismo.

Esse processo foi movido por pessoas desocupadas querendo chamar a atenção, e pelo visto conseguiram.

Diego Hatake disse...

Já li sobre gente querendo processar McDonalds porque a comida estava quente e lhe queimou a língua. E parece-me que o Marcelo Tas está querendo processar uma blogueira que ficou desagradada ao ouvir comentários estúpidos do CQC em que falavam que a amamentação em público deveria ser proibida, ao menos para as moças de peito caído. Ou seja, processos absurdos, idiotas, sempre ocorreram e vão ocorrer com ou sem o PL122. Não acho que ela é desnecessária de maneira alguma, muito pelo contrário. Fui.

Fred disse...

É só cuidar a graduação do forno. Que daí não queima. A rosca. Hahahahaha!

Pedro Henrique disse...

Pelo amor de Deus!!! Deste jeito nao vai haver mais programas de humor. Sera q isso teria q ser levado a juri publico?

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo