sexta-feira, 1 de julho de 2011

Mulher Sem Orifício Tem Chico?


E diz que o Chico Buarque resolveu entrar para a Internet. E qual não foi sua surpresa ao descobrir que não é uma unanimidade? Ficou cho-ca-do! Como assim??????? Até gravou um vídeo contando isso para mostrar que nem magoou e é superior às críticas... Eu colocaria um monte de letrinhas "k" aqui no blog neste exato momento, mas o maridão odeia este recurso.  

Não sei se já disse isso aqui, mas nunca é tarde: eu odeio Chico Buarque! Ou melhor: eu odeio a música do Chico Buarque, não ele "pessoa". Mas vale ressaltar: nem o Chico artista ou o Chico indivíduo me despertam o menor interesse ou admiração.

Mas há uma coisa que é fato: você pode criticar Jesus, Maomé, a Virgem Maria, Chico Xavier ou qualquer outro ser iluminado que já existiu neste mundo, mas se falar mal do Chico Buarque, se prepare para enfrentar os fundamentalistas...

Senti isso ontem, quando uma amiga desavisada me mandou um link da nova canção do cara pelo Facebook. Sádico que sou, parei pra ouvir. E as gargalhadas foram inevitáveis. Poucas vezes ouvi versos tão ruins na história da insuportável MPB-cabeça (gosto da MPB popular de verdade, aquela que não se leva a sério e cumpre seu papel de entreter). Os versos aos quais me refiro são os seguintes:

"Hoje pensei em ter religião
De alguma ovelha, talvez, fazer sacrifício
Por uma estátua ter adoração
Amar uma mulher
Sem orifício"

Depois das mulheres frutas, agora é a vez da Mulher Sem Orifício. O resto da letra não fica por menos... é piada involuntária do começo ao fim. É claro que logo a patrulha chicobuarqueana correu no meu perfil para salvar o cara de si mesmo, com explicações metafísicas para a tal mulher sem orifício. E junto com as explicações chegavam as ofensas do tipo "vai ouvir pagode" ou "quem é você para criticar o Chico???" - o que revela o grande preconceito dessa gente diferenciada que ouve o cara.

Meu único argumento para a horda de fãs ensandecidas: "essa atitude de vocês, de endeusamento, é ruim pro artista. A falta de crítica faz o cara imaginar que está imune ao erro, que tudo o que fizer será aplaudido e seu gênio eternamente reconhecido. Gera queda de qualidade na obra, e leva o cara ao bizarro de rimar "sacrifício" com "orifício"! Se fosse o cara lá do pagode, seria brega, não é diferente por ser do Chico. É ultra-hiper-mega-über kitsch, queridas mulheres com orifício". Foi o que eu disse às fãs revoltadas... 

Então veio a segunda parte das pedradas: "você é machista, só um poeta como ele pra entender a'alma' feminina" (essa afirmação é um dos maiores clichês do mundo da música). Minha resposta: "Grande coisa! Entender a 'alma' feminina, até o carinha do bairro que pega todas entende! Ele sabe direitinho o que dizer a elas. Conhece tanto a alma feminina que engana e pega aquela que quiser!  Quero ver é o cara entender a 'alma' masculina... nem vocês mulheres entendem, só mesmo um poeta!"

Aí minha pobre mãe se tornou o tema do tópico...mais tudo bem, ela tem orifícios...

Logo depois puxaram pro lado político: "você só está falando isso porque o Chico é comunista!"  Ao que emendei "...de boutique, né? Ser Comunista numa cobertura no Leblon, até eu, meu bem". Mas ainda dei meu último golpe: "mais não deixa de ser outro preconceito duplo da parte de vocês! Primeiro: o cantor alemão Rio Reiser, um dos meus ídolos na música, era mil vezes mais esquerdista do que o Chico, só que sua música é boa o suficiente para superar a panfletagem, mesmo quando panfletária. Segundo: sou capaz de analisar a obra por si só, sem a biografia do autor. Talvez por isso não goste da música do Chico, ao contrário de vocês."

Para resumir, expliquei a elas: "Queridas chiquetes: não odeio o Chico porque ele é comunista (de boutique), ou porque ele canta mal pra caramba (gosto de Bob Dylan que também canta sofrivelmente), nem porque ele "entende a alma feminina" e sou gay, nem porque ele tem um ego maior do que o universo (modéstia não é minha maior virtude). Odeio porque sua música é muito chata e serve (para mim) como uma alternativa ao sonífero. Não rola e ponto final. Convivam com isso. Ele não é uma unanimidade, como até o próprio já percebeu. Mas há uma coisa nele que eu odeio ainda mais do que tudo isso: suas fãs xiitas..." 


Aí eu provoquei a Terceira Guerra Mundial... Tá vendo, Fred, como existe algo pior do que não gostar de Legião Urbana?


Ps. A Mulher Sem Orifício tem chico?

Ps2. Ok, você gosta de Chico Buarque, eu aceito isso muito bem e sigo minha vida. Mas poupe seu tempo, pois você não vai me convencer a gostar de sua música. Acredite, muitos já tentaram (e ainda tentam). 

Bom final de semana para vocês, divirtam-se sem moderação!

15 Comentários:

Edu disse...

Eu acho que eu só gosto (o que não quer dizer que eu escute ou saiba a letra...) das mulheres de "antenas". Sem contar que o chico é feio de doer!!

DMalk disse...

U,u

Me senti representado...

E tambem pensava que o pior era não gostar de Legião, ainda hoje meus ouvidos sofrem por não gostar de Legião...

Anônimo disse...

Eu ri MUITO com o seu bom humor e inteligência nas respostas e ainda mais com o clichezão "vc é machista". Coitada da senhora sua mamis. Sobrou pra ela rsrsrsrsrsrs

Eu nunca ouvi Chico. Minto. Ouvi uma versão cantada pelo Humberto Gessinger de "quando o carnaval chegar"... também não suporto MPB cabeça. E achei a letra de um mau gosto incrivel. Todas falaram q ele entende a alma feminina, mas alguma conseguiu explicar a música para vc?

Fãs xiitas são os piores, seja do Chico ou do Justin Bieber. É impossivel um diálogo civilizado com essa gente.

Junnior disse...

Gosto é que nem orifícios. Cada um tem os seus.
Bom fimde.

FOXX disse...

comunista? eu sou mais comunista que o chico, convenhamos! só por causa do meu nome de batismo.

Paulo Braccini - Bratz disse...

Gente e eu achava q sé eu odiava o Chico ... menos mal ... já não me julgo mais como um ET ... Brilhantíssimo seu arrazoado ...

E deixa a turba revolta ... nasci Madalena e não me arrependi ... portanto me apedrejem à vontade ...

bjão

Lobinho disse...

Até parece que vc enfrentou os fans de Neide.Racho qdo o povo usa esse termo.
Tenham um ótimo fim de semana!

Dan disse...

vc me faz lembrar um ex meu. rs
ardiiido! se tá com a razao entao, fica insuportável. ahahah
gosto disso por aqui. e gosto de chico tbem, apesar de saber que todo mundo pode fazer uma merda de vez em quando.

bjo e bom fds
=)

melo disse...

eu gosto do Chico (Buarque) mas sem fanatismos e mais das antigas que essas coisas de hoje de velho pinguço.

agora, acho que você também pega pesado em seu 'não gostar' e acaba virando xiita como as fãs ensandecidas do homem.

até parece que é afeto não correspondido! brincando, mas, de forma fria, ficou difícil saber quem é o fanático na estória, penso eu.

também desaprovo esse altar em que se colocam 'mostros sagrados' como ele, Caetano e afins. sei que no passado eles possuíram sim sua glória e valor, discos antigos de CB e CV por exemplo são, em minha opinião, muito bons mesmo mas, hoje, eles não precisam fazer mais nada pois tem esse status de intocáveis e daí, podem fazer qualquer bosta que o povo bate palma e sai dançando até desmaiar.

já fui de fanatismos mas hoje, sou mais do 'você gosta? que bom pra você!'

DPNN disse...

Junnior: "Gosto é que nem orifícios. Cada um tem os seus". Menos a mulher sem orifício, né?

daMata disse...

orificios...cadaum tem o seu ... mas chico...mulher já eh ruim... sem orificio piorô...prefiro homem mesmo...

Dario disse...

Minine, se tu tivesse aqui do meu lado eu ia dizer: bate amigue. o/ pá.

O pior de tudo é que tem gente que tem o seu gosto musical como paramento de inteligência ou grau cultura. Tenho um amigo, muito amigo por sinal, que diz que odeia o que a massa gosta. Contudo gosta do que a "elite" gosta - a minoria. Contraditório, não é verdade? Pois quando ele diz que não aprecia os gostos da maioria, pois, ele diz que a massa não pensa, e faz o que faz só porque todo mundo está fazendo, acaba fazendo o que a minoria considera como bom. É maria vai com as outras do mesmo jeito. Entre outros comentários como: a Rihanna tem cara de pobre, a Britney não canta, mas tem uma presença de palco do CARALHO. Esse também foi divertido: quando estou cansado do mundo entre no meu quarto e fico escutando o Chico bem baixinho e lendo meu livro (quando eu ouvi essa me arrepiei, talvez de vergonha, talvez do tamanho da idiotice, só sei que não foi de apreciação). Quanto ao Chico, não sou contra nem a favor, muito pelo contrário. Música pra mim, às vezes, é igual política: não voto no partido (o artista) voto no candidato (a música). Música tem muito haver com meu momento, se estou apaixonado e se tem música que me faz lembrar do meu garoto, ouço qualquer coisa – e isso tu já até falou aqui no blog, que quando a gente está apaixonado até as piores música ou estilo musical considerados ruins outrora começa ter um novo sentido. Odeia a idéia de não poder ouvir uma música por medo de ser julgado.

Lobo disse...

Chico who? hahaha

Juro que se você colocar uma música dele para tocar, eu não identifico...

Junior Healy disse...

Tbm não gosto do Chico, acho ele tão irrelevante pra mim que se quer me dou ao trabalho de manifestar isso.

Se não fosse a deixa criada pelo seu blog talvez jamais me manifestasse.

Junior Healy disse...

Ah! Aproveitando a deixa Tbm não gosto do Roberto Carlos, acho a voz dele um porre, bem como suas falas e interpretações.

#prontofalei

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo