sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Paredão DPNN: Adele


Essa semana foi hardcore! Ainda estamos passando pelos espinhos, mas a gente chega do outro lado sem arranhões... Obrigadão pelas palavras de apoio.Mas como esse blog tem vida própria, nada melhor do que voltar com mais uma edição do Paredão DPNN. E como esta semana foi bem azeda, vamos destilar nosso veneno...

A vítima de hoje é a cantora adorada por 110% das pessoas que querem dar a sua vida um ar mais cool, mesmo que estas pessoas sejam um c... Ninguém mais, ninguém menos do que a insípida, inodora e incolor Adele.

Já ouvira falar muito da racha, mas não tivera o menor interesse em ir atrás. Sempre acho que, se a tal novidade for algo que dure mais de uma semana, vai chegar até meus ouvidos. E a Adele chegou de uma forma inusitada: o cover que ela gravou – heresia pura – de “Lovesong”, do melhor grupo britânico de rock de todos os tempos: o The Cure.  A gravação é aquela coisa cool afetada. Dá pra imaginar a bicha fazendo carão enquanto a escuta. Nunca antes neste país eu vi uma canção de amor ser cantada como se fosse uma receita de supositório. E pensar que Robert Smith compôs a canção como presente de casamento para sua noiva. Ele vivia saindo em turnês e ficava meses longe da amada, então gravou a canção para mostrar a ela aquilo que a letra diz... Dá pra entender porque o namorado da Adele lhe deu um pé na bunda.

Meses depois baixei consegui o último álbum da Adele. Todo mundo merece uma segunda chance, até ela. Ouvi uma vez, e nada. Poderia ser um dia ruim. Ouvi em outro dia. Nada ainda. A terceira vez é sempre decisiva, e há álbuns que a gente leva mais tempo para curtir. Dei umas semanas de folga a ela. Então ouvi... e continuei sem achar nada! Ou melhor, achei uma coisa: Adele é chata pra c#@&%$#@! A fila anda. Tchau, Adele!

Adele é a trilha sonora de nossa época: careta, politicamente-correta, certinha. Eu sei que ela é britânica, mas precisava mimetizar o frio londrino em suas interpretações? As canções não decolam nunca, tudo é muito contido, muito técnico, muito cool (já viram que eu odeio essa palavra, né?). Ela canta bem, tem uma voz excelente, mas falta alma. E não dá pra cantar soul music sem alma. Justamente tudo o que a Amy Winehouse tinha de sobra! Adele seria incapaz de cantar “Back to Black”. No pain, no gain! Eu acho que ela não é humana. Ou pelo menos falta esse lado humano em sua música.

Eu achava que era a única pessoa que não curtia a Adele. Então perguntei no Facebook e me surpreendi ao saber que muita gente também não a engolia. A melhor de todas foi uma amiga lésbica, que a definiu com maestria:

"Adele é a Sandy britânica, só que gordinha. Mas falta a ela o Júnior."

Se bem que até a Sandy...

Essa história de que a Adele está mais para Amy Winehouse do que para Rihanna é outra balela. Nem tudo em seu disco é white black music (como eu chamo quando um branquelo se atreve a cantar black music). Há algumas canções no álbum que são bem pop estilo Rihanna e  Katy Perry. São as menos piores do álbum, diga-se. Só que ela não “se rasga” igual as cantoras pop tradicionais. Sabe quando a Mariah Carey dá aqueles berros, desafina, mas passa emoção e as bichas se rasgam de chorar, dublando no banheiro? Falta isso à Adele. E nenhuma mulher pode ser uma diva gay se sua música não presta para ser dublada por transformistas no Programa Silvio Santos!

As letras não são ruins, eu só acho que a Adele não as entende. Sabe quando a pessoas não sabe inglês e canta a melodia sem dar o devido peso às palavras? Fiquei com essa impressão ao ouvi-la.

Adele, você sabe cantar. Só falta agora mostrar seu lado humano, pois essa história de robôs cantando a gente já viu com o Kraftwerk - e era muito mais legal com os tiozinhos alemães. 


Ps. ótimo final de semana a todos nós (nós dois, inclusive) e divirtam-se sem moderação!

13 Comentários:

Serginho Tavares disse...

olha... eu ri muito com seu veneno! Muito!
A primeira vez que ouvi falar da moça pensei que era nome de remédio, se bem que é quase isso né? Adele deveria ser um sinônimo para sedativo porque dá um sono imenso!

Hahahahahahahahahahaha

FOXX disse...

eu gosto de Adele, mas concordo com sua crítica. Adele, por fim, é o resumo dos hipsters todos. aquela imagem de estamos chateados e entediados com o mundo todo, e q nenhum sofrimento realmente vale a pena. Adele é o romantismo mas brega do mundo, mas higienizado pelo modus operandi de um hipster.

Dan disse...

ainda prefiro Adele do que Mariah Carey (ou qq diva gay) e toda a sua 'humanidade'. Sem sombra de dúvida.

Wans disse...

Eu iria agora te dar um beijo onde vc quer que esteja. Olha, eu gosto da Adele e gosto desde o 1º disco. Hometown Glory foi minha música por um tempo. O disco era lindo. Daí saiu o 23 e não sei o que houve, a bicharada descobriu a mulher e não conseguiu mais parar de falar. Tem viado que adota uma cantora e não larga mais. Foi assim com Amy, Maria Rita e um bando de cantora chata. Eu amei o disco 23 da Adele, mas o excesso foi tanto que se eu for na casa de um amigo e tocar Rolling in the Deep eu saio matando meio mundo.

Paulo Braccini - Bratz disse...

eu gosto de Adele ... tudo bem, vc pode até não gostar e outros tb ... mas daí nivelá-la à Devassa é muito não? rs

Junnior disse...

Eu descobri a Adele por acaso quando quase ninguém conhecia ou comentava. Ptocurava na internet mais informações ou trabalhos e quase nada encontrava. Gostei demais da sua voz quando ouvi pela primeira vez e sinceramente não imaginei que fosse bombar como agora.
Continuo gostando.

Muñoz. disse...

É a primeira vez ever que eu discordo sumariamente de vocês. Não acho que a Adele não cante com a alma, penso e sinto o contrário disso. Confesso que passei a gostar dela mesmo agora e depois de ouvir "Someone Like You" que é do 21, seu último álbum. Mariah é tudo na minha vida, tenho tudo dela, raridades, todos os álbuns, lp's... sou simplesmente fanático. Ano passado fui até Barretos vê-la e foi o momento mais emocionante da minha vida. Voltando a Adele, esse último álbum dela me fez descobrir o seu talento, suas caras e bocas que eu amo e suas músicas, a voz dela me emociona e é isso que conta. Inclusive hoje, vai chegar o meu LP do 21, mais um item de colecionador pro meu museu de grandes novidades.

Bjos meus amores, e um excelente final de semana!

PS.: "Maridão" está melhor?

Lekiss disse...

Olha...concordo plenamente com vcs...essa baranguinha que sabe fazer nada e o pior de tudo que quiz dar o "ar da graça" falando mal de Gaga...sendo a rival numero um da Diva eu sou o rival numero 1 de Adele..."vai fazer uma lipo ou vai ser qualquer coisa menus alguem que se diz politicamente correta...claro né...politica é uma bosstcha... mesmo e Adele é isso....
Obrigado pelo post...e por deixar compartilhar esse veneno...

S.A.M disse...

Falou TUDO que penso dela! haha

Olha, Deus levou a AMY na hora errada viu? Como eu preferia o soul com a alma da Casavinha!

Anônimo disse...

Eu acho que ela canta sim com alma e gosto de algumas músicas dela, mas só não gosto deste endeusamento que fazem... não gosto de nada em exagero. Acho desnecessário hehehe

DMalk disse...

Posso parecer imaturo, e dar uma de Kids aqui, mas não levo o que eu escuto tão a serio...

Nunca fui com a cara da Adele, como vc disse tem um ar politicamente correto, que não me agrada, agora cool não e a palavra certa, Adele não e nem nunca vai ser cool, ela tem pretenções pra Cult, mas cool ta longe...

É por mais que eu seja apedrejado, pra mim pra ser cool precisa ser despretencioso, Mil vezes Bonde do Rolê a Adele (nadave mas ainda assim)...

Edu disse...

Eu, como sempre meio alheio a tudo desse mundo (gay ou não), gosto de algumas músicas. Mas não me "pegou" a ponto de eu ter o disco nem nada. Mas também não digo que não possa vir a mudar de idéia, dependendo do que a moça produzir.

Serginho Tavares disse...

depois de ouvir todo o disco mudei de ideia... posso? sou um ser humano inteligente passível de mudanças, ainda bem...
agora posso dizer que ela não me dá sono... eu curti!

e muito. e não achei chata.

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo