terça-feira, 29 de novembro de 2011

Homens gays e mulheres até 19 anos apresentaram maior risco de infecção pelo HIV

O título do post é uma manchete de ontem no UOL. A matéria se baseia em dados do Ministério da Saúde, divulgados nesta segunda-feira. Selecionei alguns pontos para colocar aqui no blog:

'No Brasil, há 630 mil pessoas com Aids, e o maior risco de contágio está no grupo formado por mulheres jovens e o público gay masculino, informou o Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (28).

“O maior aumento [na preocupação específica em relação à vulnerabilidade] foi entre jovens gays, nas jovens travestis e nas mulheres de 13 a 19 anos. Isso chama muito atenção para nós”, destacou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. 

No caso dos jovens homossexuais, a pesquisa identificou que aqueles entre 15 e 24 anos tiveram um aumento em 2010 em relação a 2009 de número de infectados, indo de 24,3 para 26,9 por 100 mil habitantes.

Segundo o estudo, a probabilidade de homens gays, de 18 a 24 anos, é 13 vezes maior do que rapazes heterossexuais.  Por isso, eles serão um dos focos das campanhas, como a do dia 1º de dezembro, no dia mundial de luta contra Aids.'

São dados preocupantes, mas que não me surpreendem. O interessante é que o ministério volta a falar sobre grupo de risco, e não mais apenas em comportamento de risco. E os jovens gays passam a constituir um. Para boa parte dos jovens, a AIDS não tem mais o estigma que tinha para a geração anterior (minha e do maridão). Some a isso outros elementos: jovens que se assumem no começo da adolescência e começam a vida sexual bem cedo (e sem o "fantasma" da AIDS), muitas vezes sem fazer uso da camisinha. 

A gente que é homossexual sabe: o mundo gay é muito sexualizado, nem se compara ao hétero neste sentido. Eu diria até que há uma hipersexualização (nem sei se existe o termo) na cultura gay, e isso reflete nas práticas. A probabilidade de dois gays totalmente estranhos transarem é considerável. Aquela clássica cena de perguntar o nome do outro no dia seguinte não é só enredo de ficção, é real. Isso sem mencionar (e já mencionando) o famoso "dark room" das balada (só existe um lugar específico para sexo em balada gay), em que os frequentadores transam entre si sem nem mesmo verem a cara um do outro; os "banheirões" e pontos de "pegação" espalhados por aí. E a gente sabe, sexo anal desprotegido é a forma mais perigosa de contágio pelo vírus HIV. 

Longe de ser moralista, e como bom defensor das liberdades individuais, acho que cada um tem o direito de fazer o que bem entender do próprio corpo. Mas não custa deixar aí o toque para que as pessoas possam fazer suas escolhas com mais responsabilidade, pois não há liberdade de escolha real sem conhecimento. 

Para quem quiser ler o texto original, na íntegra, é só clicar aqui.
.

11 Comentários:

Lobinho disse...

Ainda acredito naquela frase: quem ve cara, não vê Aids.

Eu transo sem camisinha,pq namoro faz tempo.Anualmente,fazemos um check-up geral(empresa paga).
Abraços,meninos.

Wans disse...

Sim, os gays são mais sexuais porque ambos são homens. Vários amigos meus heterossexuais gostariam de fazer o mesmo com as mulheres.

Um tio meu morreu de Aids e isso ficou muito marcado na minha vida. Camisinha é algo obrigatório para qualquer ser humano, gay ou não.

Junnior disse...

O JN passou essa notícia ontem, mas ressaltou o aumento em mulheres, travestis e gays de até 24 anos.
Só resta a gente frisar o uso da camisinha.
Sexo protegido sempre deixa o gosto de quero mais. O desprotegido pode parecer mais excitante na hora, mas, depois, pode virar um pesadelo.

FOXX disse...

é, esses meninos precisam saber usar camisinha...
encontrei uns ano passado q diziam q não precisava, é meio assustador ver eles dizendo isso...

Bruno disse...

Havia lido essa reportagem e pensei a mesma coisa, sobre a classificação em "grupo de risco".
Esse tipo de classificação não ajuda. Aliás, atrapalha! Porque hábitos se desconsideram quando você "não pertence ao grupo de risco" e as políticas efetivas se concentram em determinado círculo, não em hábitos do todo maior..
Enfim..

Beijo

Fred disse...

Não foste moralista, não! Falaste o que é devido mesmo! Responsabilidade e canja de galinha não prejudicam ninguém!
E sobre teu comment... não entenda de forma errada pois tudo que tu não és é previsivel... mas confesso que tinha convicção que a calça de oncinha ia te dar urticárias... hahahaha! Hugzão!

Cores da Crise de meia idade! disse...

Sexo é uma necessidade, mas não deveria ser uma compulsão!
A esfera gay tende a ser compulsiva quando o quesito é sexo e toda compulsão não possui senso de responsabilidade! Nem emocional, nem física!!
Seu post esta LONGE de ser moralista.
É um post REALISTA!
Bjs

AugustoCrowley disse...

Sempre é bom lembrar realmente, que é obrigatório o uso de camisinha!

Fernando Munhoz disse...

Eu já havia lido a tarde o post e li a matéria. É uma situação assustadora, pelo menos eu vejo assim. O que eu percebo é que existe também uma certa negligência das pessoas. As informações estão por aí, a realidade grita em nossa janela, então o que custa parar um segundo, se proteger e continuar? Isso sem mencionar as lady dark-room da vida...

varzo disse...

bom, pelo menos não estamos mais falando dos idos da década de 90 quando esta doença era "exclusividade" nossa. Acho que antes de falar de camisinha, deveria falar sobre controlar o tesão, sobrepondo a razão ao sentimento, ai se consegue pensar em usar. Quanto a sexualidade maior nos gays, acho que isso não é bem verdade. A sexualidade é do homem, independente de sua orientação. E hoje em dia, as mulheres estão ficando piores. Já presenciei menina de 14 anos chamando outro mais velho de gostoso e que iria trepar muito com ele. A única diferença entre os gays e héteros neste sentido é que isso é tratado de uma forma mais aberta em um do que em outro. E não é só no brasil este aumento, é em todo lugar. E não se esqueçam também da teoria de que o governo americano já tem a cura e etc, risos.

Fred disse...

Hummmmmm...
Então dia 21/12 vai festêêênha?!? Hahaha! E se tratando de ti deve ser uma festa armagedônica... hahahaha! Hugz!

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo