quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Bons Motivos Para Um Gay Amar São Paulo

São Paulo é a cidade mais populosa do Brasil, do continente americano, e de todo o hemisfério sul desde planeta...

Ok, isso você já sabe. Mas vamos pensar estes dados do ponto de vista gay: segundo o IBGE (2011), a população da cidade de São Paulo é de 11.316.149 de habitantes – sim, mais de 11 milhões de pessoas dividindo a sexta maior cidade do planeta. Destes, 5 323 385 são homens (dados de 2010). Sim querido leitor, uma cidade com mais de 5 milhões de HOMENS! Vamos melhorar estas estatísticas? Dizem que 10% da população mundial é gay (eu acho esse número exagerado, mas vamos usá-lo agora porque é conveniente e pronto). Assim sendo, só na cidade de São Paulo há 532.338,5 gays. Vamos desconsiderar aquele meio gay do número e arredondar para 532.339 homossexuais - e isso só os masculinos. É viado a dar com pau (literalmente)... é mais do que a população de boa parte dos municípios brasileiros.

Mais de meio milhão seria um número suficiente para mudar os rumos da cidade, caso seguissem o conselho dado pelo Ney Matogrosso recentemente em entrevista à Marília Gabriela:

“Eu acho que os gays no Brasil tinham que ter um pouquinho mais de consciência do seu significado como grupo e não ficar subindo em caminhões nas paradas gays e ficar se beijando. Quatro milhões se juntando podem eleger o presidente da República”.

Mas a gente prefere se vitimizar e ficar esperando as coisas caírem do céu em vez de ir lá e fazer acontecer.... Por falar nela, a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo é,  segundo o Guiness Book, a maior parada gay do mundo. Conforme a  SPTuris a Parada Gay é o evento que mais traz turistas à cidade, e, no Brasil, só perde para o Carnaval do Rio. Maridão até defende a tese de transformar a Parada no carnaval oficial de SP...

A cidade de São Paulo possui o 10º PIB do mundo e aqui o Pink Money corre solto. Tanto que este ano deve acontecer por aqui mais uma edição da Expo Business LGBT / Mercosul, uma feira de negócios voltada exclusivamente ao público GLS.  A renda per capita anual do paulistano é de R$ 32.493,96 – mas a do público gay costuma ser superior à média e os empresários descobriram que dinheiro não tem orientação sexual... A cidade abriga 120 das 160 principais feiras de negócios do país, e, segundo maridão, que trabalhou na área, só não há mais feiras por falta de espaço físico mesmo.

Você pode estar se perguntando: mas São Paulo não é o berço da homofobia no Brasil? Já falamos muito sobre isso aqui no blog, mas não custa repetir: não! NÃÃÃÃÃÃÃÃO! Pense na quantidade de gays que eu citei lá no começo. Se acrescentarmos os que não moram na cidade, mas trabalham e a visitam para se divertir, o número chega facilmente a um milhão. Com a quantidade de gays que temos, convenhamos, a cidade está bem longe de ser aquilo que muita gente pinta, né? A violência contra os homossexuais, acreditem, é exceção, e não a regra. Segundo o Ministério da Justiça, São Paulo é a capital brasileira mais segura para jovens, além de ter a menor taxa de homicídios por 100 mil habitantes entre todas as capitais do país. São dados oficiais do Governo Federal. 

E não custa lembrar: metrópoles levam ao anonimato, as pessoas moram perto e nem se conhecem. Tem seu lado ruim, mas também faz com que uma pessoa cuide menos da vida da outra - na correria do cotidiano, ninguém tem tempo para se preocupar com a vida sexual alheia. Ser gay em São Paulo não é um escândalo público, não somos animais exóticos, as pessoas estão acostumadas à nossa presença no espaço público.

E o público gay tem motivo de sobra para aproveitar estes dados: em São Paulo há alternativas para todos os gostos. Só fica em casa quem quer. Há desde boates para o público gay AAA,  até opções mais em conta no Centro Velho, além de casas que oferecem matinês para os mais jovens. Velho demais para uma balada? Pois em São Paulo temos o ABC Bailão, casa que lota todas as noites com gays “...entões” esbanjando animação.

Mas é claro que temos nossos "espaços" na cidade. Duas ruas disputam o status de “mais gay” de São Paulo: a Frei Caneca, freqüentada pelas “phynnas” e “descolados”  e a Vieira de Carvalho, bem no Centrão, mais popular, underground e preferida do pessoal que passa longe do carão. Nem precisa dizer qual a gente prefere, né?

E se você é daqueles ursos que fogem da balada mas não dispensam um bom prato, São Paulo é o paraíso: 1997 a cidade recebeu o título de "Capital Mundial da Gastronomia".

Poderíamos ficar escrevendo um post mais quilométrico ainda e não daria conta de falar de tudo. E olha que não falei dos teatros, museus, cinemas, livrarias, shoppings, lojas de grifes... Melhor para por aqui. São Paulo é imensa e a gente nunca pode dizer que a conhece por completo.

Particularmente esta dupla tem um motivo extra para amar a cidade: maridão e eu crescemos em cidades diferentes, mas eram bairros praticamente vizinhos. Nenhum dos dois morava em São Paulo, mas foi justamente na cidade que acabamos nos conhecendo. São Paulo nos uniu, nos acolheu, e o resto vocês já sabem e acompanham aqui no blog.

Espero que vocês também tenham a oportunidade de conhecer a mar esta cidade. Aqui tem gente de todas as partes do mundo dando um colorido especial ao nosso dia-a-dia. São Paulo é a cidade com o maior número de italianos, portugueses, japoneses, espanhóis e libaneses fora de sua terra natal – além da cidade mais nordestina do Brasil. E não se esqueçam da regra dos 10%...

Feliz Aniversário, São Paulo!
.

14 Comentários:

Júlio César Vanelis disse...

Aff, a piadinha dos 10% foi maldosa... hahahahah
Talvez esse ano ainda eu tenha esse privilégio, conhecer São Paulo. Talvez um dia até me mude praí, já que minha profissão é muito mais valorizada aí que no Rio de Janeiro. Mas isso é coisa pra frente (muito pra frente). Por enquanto, fico só na expectativa de comer uma autêntica pizza paulistana... rsrs

Abraços! Até

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

amo São Paulo ... parabéns a ela e a todos os paulistanos nascidos ou acolhidos ...

bjão querido

Lekiss disse...

Parabéns São Paulo e morro de saudade desse lugar... fui o ano passado na ABF...mas ainda não deu pra matar a saudade totalmente...Alias São Paulo é uma terra mãe onde sempre cabe mais um...realmente .
E é pura verdade...cidade grande cada um cuida da sua vida...sem tempos de ficar enchendo o saco dos outros...
Esse post merece partes 2, 3 , 4 ... porque estou vendo que abrange muito mais.... Parabéns a vcs e pra São Paulo....

Anônimo disse...

O que dizer mais???

São Paulo é simplesmente demais!

Beijos a vocês!

Brian Narciso disse...

Na minha opinião mais evoluído que o Rio de Janeiro, e sempre inovando a qualidade de entretenimento, a unica coisa que faltava em São Paulo eram as paisagens do Rio...Seria Perfeita!
Parabéns São Paulo!

Marcelo HD disse...

Olha, eu em minha humilde experiência e entendimento no assunto, não acho exagerado dizer que 10% da população seja gay.

Conheço homens que ngm imaginaria que são gays... Infelizmente é um dado estatístico pouco confiável uma vez que existem MUUUUUUUUUUITOS gays não-assumidos, casados e etc. Sei que a discussão não é essa, mas vale a pena ratificar algumas informações..rsrs

Walter Cardoso disse...

Amo ser Paulistano e não vejo outra cidade melhor do que essa para viver. Uma pena é que está demorando pra alguém desses 10% me encontrar, viu...

Beijos a todos.

FOXX disse...

pois é, na Bahia e em todo nordeste acontecem mais assassinatos a gays, só não aparece na Globo...

Fred disse...

Tua sinceridade "tratorística" é bálsamo nesse mundinho de falsetes! Hehehehe! E ex embaixo de trator é idéia bem bacana mesmo... hehehe!

Dario Pintor disse...

Daqui a duas semanas estarei aí. Vou ver se é isso tudo mesmo. =)

Anônimo disse...

Eu não entendi o final: vcs cresceram na mesma cidade (que não é SP), em bairros diferentes e nunca se encontraram por lá, e sim em SP? é isso?

DPNN disse...

Explicando pro Anônimo: eu nasci em SP, maridão no Paraná (mas veio criança pra cá). A gente cresceu em municípios diferentes da grande SP, mas bem perto um do outro (a uns 15 minutos da casa do outro, no máximo). Mas só nos conhecemos na USP, em São Paulo. Já escrevemos a respeito aqui no blog, espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Cidadezinha fajuta cheia de viado...isso sim.

Juliano disse...

Um dia conheco Sao Paulo. Cansado de fazer escala no aeroporto e nao descer para conferir o milhao de viadas locais... A verdade é que mal conheco o Brasil. Mas Sao Paulo nao é a cidade mais populosa da América. México DF ainda está ganhando! ;-) Além de algumas estatísticas ainda consideram NYC mais populosa.

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo