sexta-feira, 16 de julho de 2010

Sobre Barbas e o Ataque do Porco-Espinho


Frio de rachar + chuva o dia inteiro + férias = quase uma semana sem fazer a barba. No meu caso, nem é tão grave: minha barba não é espessa, e é bem clara, quase ruiva. Mas é capaz de causar estragos. Nesta fase em que ela ainda está crescendo, como vocês homens (e mulheres) sabem, barba pinica a vítima de seus beijos. Eu não me incomodo com o maridão com a barba por fazer, mas na hora de beijar ele simplesmente tem aversão total ao efeito porco-espinho provocado pela minha. Ele veio me visitar agora à noite, e enquanto rolavam uns beijos, vi que ele estava meio arredio. Eu ia beijar, ele dava uma fugida. Tiro e queda: perguntei qual era o problema, e ele foi logo reclamando da minha barba pinicadora...

Já deixei a barba crescer algumas boas vezes. Nada que me fizesse parecer um membro dos Los Hermanos ou um remanescente de 1968; mantenho bem aparada e delineada. Fico muito diferente de barba. Não sei se necessariamente melhor ou pior, mas pareço outra pessoa. Enjoo logo e acabo tirando. Meu amor tem ainda menos barba do que eu, a despeito dos cabelos escuros e mais cheios. Nestes 10 anos que nos conhecemos, ele nunca deixou a barba crescer. O máximo que já fez foi deixar um cavanhaque. Aliás, este cavanhaque me marcou: quando ainda éramos apenas amigos de faculdade - mas eu já pagava um gigantesco, porém discreto, pau pra ele - eu o vi chegando para a aula com toda sua deliciosa morenice, de camiseta branca e calça jeans, cabelo preto bem penteado e um até então inédito cavanhaque emoldurando aquela boca maravilhosa que é fruto de um daqueles momentos de inspiração de Deus. Meu queixo foi ao chão e voltou umas dez vezes. De vez em quando ele deixa o cavanhaque, mas logo tira, pois não se acostuma.

Não tenho uma opinião formada sobre o uso da barba, mas sei que muitos têm fetiche por ser algo bem masculino. Embora eu goste do tipo "machão", não curto nem um pouco homem peludo (logo que conheci meu maridão, ele sempre usava camiseta, então meu maior receio era de que ele fosse peludo... vocês não imaginam o quanto fiquei contente quando descobri que não era...).

Em todo caso, com ou sem frio, amanhã eu faço a barba e volto a ficar com a boa e velha cara de bunda de nenê.

2 Comentários:

Wans disse...

Eu queria ter barba Los Hermanos. Acho lindo pacas! Mas a minha fica falha e ainda minha pele fica toda vermelha. Um saco!

Achei que vc tivesse cabelos e barbas pretas, mas quase ruivo? Já errei de novo.

Lobo Cinzento disse...

Barba por fazer é tudo! Mas não sei explicar... algumas pinicam, outras são... deve ter alguma coisa a ver com o volume e a espessura do fio da barba...

Aqui cai no mesma. Entrei de férias debaixo dágua tb...

Beijos 01!

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo