segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Dois Perdidos ao Som da Legião Urbana

Para a minha geração, que hoje está na casa dos 30, figuras como Cazuza e Renato Russo foram verdadeiros ícones. Na época, por ironia do destino, eu não era fã de nenhum deles. Os fãs do Renato Russo eram os maiores malas, aquela adoração toda me cansava. E eu era fã de The Smiths, Joy Division, Jesus and Mary Chain e The Cure, então ficava acusando a banda de ser cópia - como se existisse originalidade no mundo pop...rs... o bom é que a gente cresce e para com essas bobagens.
.
Ainda tenho uma imensa intolerância em relação ao Cazuza, realmente não me desce (maridão gosta) mas depois de anos de distanciamento eu passei a rever meus conceitos sobre a Legião Urbana.
.
Não sei da parte de vocês, mas eu tenho muitas canções da Legião que possuem um valor afetivo, eu associo diretamente à infância, época em que os álbuns foram lançados. Continuo não achando o Renato Russo o maior poeta de todos os tempos, mas acho que é de longe, um dos melhores letristas da nossa música brasileira - o que diz mais respeito à baixa qualidade de nossos letristas do que da genialidade dele...rs... Há algumas letras constrangedoramente adolescentes, que só funcionam pelo valor histórico (Geração Coca Cola), mas há muitas outras em que ele acerta a mão e produz instantes de rara beleza (Andrea Doria, Giz).
.
Na vida aqui da dupla a Legião Urbana também teve um papel importante. Quando a gente ainda estava na fase em que um se encontrava completamente apaixonado pelo outro, mas sem a certeza para tomar uma atitude - afinal, até então tínhamos plena certeza da heterossexualidade um do outro e nenhuma expectativa de que o que sentíamos era recíproco. Maridão conta que ouviu "Por Enquanto" e os versos "Mesmo com tantos motivos/ Prá deixar tudo como está/ E nem desistir, nem tentar/ Agora tanto faz" caíram como um martelo em seus pensamentos. Motivos para deixar tudo como estava ele tinha de sobra, mas graças aos céus ele não os seguiu... No dia em que ele tomou coragem e me mandou um e-mail (vocês podem ler a história completa aqui.) ele estava em casa, e começou a tocar outra canção do grupo: "O Mundo Anda Tão Complicado". E os versos que pareciam escritos para ele eram: "Quero ouvir uma canção de amor/ Que fale da minha situação / De quem deixou a segurança de seu mundo / Por amor".
.
Por que eu desenterrei o Renato Russo? É que hoje, 25 de outubro, foram relançados todos os álbuns da banda. Você pode pensar: lançar um álbum em plena era da mp3? Pois é, relançaram, mas visando os fãs, já que são edições especiais. E os fetichistas/saudosistas podem se deliciar ainda mais, já que tudo também saiu em vinil.
.
E você? Gosta da Legião Urbana? Desgosta? Tem alguma história relacionada ao grupo? Conta pra gente.
.
.
Ps. para quem não está conseguindo copiar os textos na hora de comentar: foi uma "medida de segurança" que tomei, pois passei pela situação chatíssima de entrar em um blog e encontrar postagens inteiras do Dois Perdidos Na Noite por lá, sem a menor indicação da fonte. Se quiserem copiar de novo, pelo menos vão ter o trabalho de digitar...rs.

17 Comentários:

Edu disse...

Cazuza eu não curto muito, mas Legião... adoooooro!! E vocês conhecem o Melô da Chupetinha deles, né? (Daniel na Cova dos Leões). O grande barato da Legião é que sempre tem uma música que encaixa direitinho com alguma coisa na nossa vida. Mas não sabia do relançamento dos discos... Onde acho mais informação?

Beijos!

Dois Perdidos na Noite disse...

Não conhecia a fama da música...rs... as informações estão lá no site oficial mesmo: http://www.legiaourbana.com.br/divulgacao/relancamentos

saiu em todos os jornais hoje.

Junnior disse...

Sem exagero algum, Legião foi uma das bandas que mais curti na vida. Ia aos shows, comprava os cds e decorava as letras. Fiquei triste e desapontado quando soube que o Renato Russo desistiu de viver, ao abandonar os coquetéis que poderiam mantê-lo vivo até hoje. Hoje, compreendo e penso que era um direito que lhe assistia..
"The Cure", já falei, foi o primeiro show que fui no Maracananzinho. Adorava.
A minha relação com o trabalho do Cazuza era mais à distância. Não me envolvi muito, mas curtia.
"The Smiths", essa é especial e marcou muito. Conheci em 84/85 com a música que considero o clássico da banda "How Soon is Now" (boas lembranças dela). Comprei uma camiseta azul e preta com a foto enoorme da banda na frente e não tirava por nada. Ficava todo orgulhoso quando alguém que não conhecia perguntava quem era e eu relatava tudo sobre a banda, o Morrisey, enfim, me empolguei um pouco com o 'post' de hoje, né?
Adorei.
Abraços.

Gui disse...

Engraçado, eu gostei de Legião Urbana durante um tempo, depois enjoei.

Até hoje não entendo essa devoção toda ao Cazuza.

Maaas, quando bebo, viro fã de todo mundo...

Diego Hatake disse...

Eu não posso dizer que gosto ou desgosto de Legião Urbana porque eu nunca procurei ouvi-los direito. Só algumas poucas faixas (e as que todo mundo conhece) e confesso que não me tocou muito, embora tenha gostado. Quem sabe se um dia ouvir a discografia toda...
Ah e eu li o post sobre como se conheceram. Que coisa mais meiga, fofa, linda. E o interessante é que o player aqui começou a tocar "Rainbow" da Colbie Caillat o que quase me fez chorar. Sério, tantas vezes eu desejei que algo do tipo acontecesse comigo, mas enfim... Melhor nem pensar nisso, mas adorei a história. Digna de comédia romântica (das boas). Fui!

Wans disse...

Legião é pior do que Raul. É chato pra caralho!!!!! Houve uma época da minha adolescência que eu gostava, mas acho que depois me saturou.

jovemurso disse...

Legião Urbana me marcou muito durante o começo da adolescência. Eu sempre fiz aquele tipinho de "nerd babaca" no começo, mas depois que descobri a Legião, parece que tomei uma injeção de inteligência ao longo do tempo. Já não era mais tão bobinho e começava a me entrosar com meus amigos um pouco mais, apesar de que das amizades daquela época, restam poucas...

Esse momento coincidiu justamente com a época que comecei a me descobrir gay. lol

RICARDO AGUIEIRAS disse...

Legião, pra ser bem sincero, nunca fez parte do meu afeto, acho suas letras um tanto "pesadas", hiperbólicas. Mas, recentemente, revi um pouco isso, quando assisti um show muito bom da Leila Pinheiro todo em homenagem ao Renato, lindamente interpretado por ela.
Mas fui, sim, e sou, fã de Cazuza: adoro a rebeldia, o radicalismo e a passionalidade que ele representou e representa, hoje algo que não se encontra mais, nos novos artistas.
Fiquei super bravo com sua frase, Querido Dois, tive até que tomar três rivotril com pó de guaraná e conhaque mais uma tragada de sálvia divinorum ( quem não sabe o que é pesquisa no google..rsrs) para me acalmar, quando você diz sobre "a baixa qualidade dos nossos letristas", coisa que vai frontalmente contra o meu último post e, também o meu modo de ver e sentir. Em tudo o que existe, há exemplos de coisa ruim. Mas a MPB tem letristas comparáveis aos maiores poetas do mundo.... tem e teve... mas, claro, respeito tua opinião.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://dividindoatubaina.wordpress.com/

Cáh disse...

Olá, adorei o post. Eu tenho minha história com o legião... rs.

tenho 22 anos, gostava muito de cazuza por causa da musica Camila, Camila, motivo pelo qual tenho este nome. Um dia escutei 'Vento no litoral' na rádio, eu era bem novinha, apaixonei. Pedi na rádio novamente, gravei numa fita, escrevi a letra num caderno e levei pra escola no outro dia...Comecei a procurar musicas deles, e em uma semana, vendo TV, Renato Russo veio a falecer.
Fiquei muito magoada, era a primeira banda que eu começava a me apaixonar na minha vidinha. Hoje, sou uma legionária apaixonada, coleciono todas as letras, CDs, vídeos, pôsters e afins.

e adorei o re-lancamento dos CDs =)


Um beijo

Aline Camargo disse...

Tá, eu confesso. Tive um orgasmo bloguístico!

Legião, Cazuza e Raul. O trio da minha infância, adolescência, juventude e (i)maturidade!

Muitas histórias, muitas... Porque foram bons, porque marcaram gerações, porque nunca haverá outro renato, outro cazuza e outro raulzito.

Mas Restart, já vi vários...

Enfim, mais um comentário apaixonado e parcial!

loveandglamour disse...

Legião Urbana é muito bom!

BSvox disse...

Eu sou de Brasília, é a nossa música e fala da nossa cidade, então gostamos mesmo.
Adorei a forma "ácida" que vc elogio o Renato Russo como letrista.
Historinha:
Meu ex do Rio, odiava Legião. Qdo a gente brigava eu mandava partes das músicas q falavam de amor por SMS. No final, faziamos as pazes. Risos.

BSvox disse...

Cazuza eu amo! não propriamente a voz ou as letras, mas a postura "pioneira" foi o meu o tema do meu segundo post.

FOXX disse...

#comassim vcs não tinham certeza um do outro?
conta essa estória já que tow aki morrendo de curiosidade!

Dois Perdidos na Noite disse...

Legião rendeu!

Pois é, Fox, nós tinhamos plena certeza de que era apenas fruto da nossa imaginação... e até então não tínhamos qualquer experiência homossexual.

Ricardo, como eu sempre digo, sou capaz de falar horas sobre bandas obscuras da Eslovênia, música de cabaré alemão dos anos 30, mas sou um estrangeiro em relação à MPB. Mas confesso que não sou entusiasta - a não ser a música "popularzona", desta eu gosto.

Paulo Braccini disse...

Genialidade pura de um tempo q passou e q deixou saudades, principalmente se comparamos com os tempos atuais onde a arte se confunde com o q a mídia estabelece ser boa para consumo ...

bjux

;-)

Ribeiro disse...

Pra mim Renato Russo foi um compositor completo, sabia ser polêmico na hora certa, e quem conhece a fundo as letras de suas músicas vai vê que que tinha de tudo um pouco, política, religião,sexo, drogas,escritores famosos (Camões) por exemplo, ele fazia uma simples carta virar uma canção maravilhosa, estas meninada vai encontrar na suas letras o mesmo desabafo e as mesmas dúvidas que os jovem daquela época tinha.
Pra mim foi um dos melhores do Pop Rock daquela geração que ficará marcado para sempre

Postar um comentário

BLOG ENCERRADO!

We Love It:

We Love It:

Seguidores:

DPNN no Facebook

Twitter:

  ©Dois Perdidos Na Noite - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo